Soja: Mercado com preços levemente superiores

COTAÇÕES

Soja: Mercado com preços levemente superiores

“Segundo a pesquisa diária do Cepea, os preços de exportação nos portos subiram 0,49%, para R$ 86,24"
Por: -Leonardo Gottems
443 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

O mercado brasileiro da soja fechou a quarta-feira (07.11) com preços levemente superiores e também com alguma movimentação. De acordo com o especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, as cotações contrariaram as quedas do dólar, de 0,50% e de 0,49% em Chicago. 

“Segundo a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), os preços de exportação nos portos subiram 0,49%, para R$ 86,24, elevando a alta mensal de novembro da oleaginosa para 0,58%. No interior, os preços também subiram 0,49% para R$ 79,69, elevando o ganho de novembro para 0,63%”, informa o analista. 

Levando em consideração o mercado específico em cada estado, o analista informa que os maiores produtores do País fecharam com números levemente animadores. No Rio Grande do Sul, por exemplo, o preço ficou em R$ 84,50 CIF Passo Fundo no mercado spot e com futuro de R$ 79,50 posto sobre rodas no porto. 

“Em Santa Catarina preços entre R$ 86,00 e R$86,50 sobre rodas no porto de São Francisco do Sul, com vendedor dois reais mais caro. No Paraná preços no balcão de R$ 75,00 nos Campos Gerais, R$81,00 no mercado de lotes disponível e R$ 85,00 sobre rodas no porto. Mercado futuro R$74,00”, afirma. 

Segundo Pacheco, no Mato Grosso do Sul, o mercado está andando de lado, mas subiu R$ 2,00/saca em relação à última sexta-feira para R$ 78,00/saca, no posto Dourados. Além disso, ele informou também que, nessa semana foram negociadas cerca de 20.000 toneladas de soja nesses preços.  

“Em Santos, preços decrescentes de janeiro a junho, começando por R$ 81,50 e terminando em R$ 80,70, mas passando por fevereiro, março e abril ao redor de R$ 78,00/saca sobre rodas”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink