Soja: Sorriso/MT mantém topo do ranking

Agronegócio

Soja: Sorriso/MT mantém topo do ranking

Crescimento de 10% na produção
Por:
4496 acessos
Sorriso - O município de Sorriso (460 quilômetros ao norte de Cuiabá), acostumado ao topo do ranking por possuir a maior área plantada de soja do mundo, 600 mil hectares, amplia a coleção de recordes e fecha a safra 10/11 com o título de produtividade do Estado: 57,3 sacas por hectare, crescimento de 10% na produção. A afirmação é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que divulgou ontem (16), mais um boletim semanal da soja.

Conforme os apontamentos dos especialistas do Imea, Sorriso manteve seu lugar de destaque na produção do grão, enquanto que problemas climáticos fizeram com que municípios como Campo Novo dos Parecis e Sapezal caíssem no ranking, pois as produtividades obtidas, 52 sacas/ha e 50,5 sacas/há, respectivamente, foram inferiores comparadas a Nova Mutum, por exemplo. As boas condições climáticas foram determinantes para que as lavouras de Nova Mutum também registrassem uma boa produtividade, que ficou na média de 55 sc/ha, colocando o município em segundo lugar no ranking, com aumento de 5,5% na produção. Na outra ponta da tabela, Ipiranga do Norte também merece destaque, tendo aumento de produtividade, de 52 sc/ha para 57,5 sc/ha.

11/12 - Conforme o relatório publicado na semana passada pelo Usda (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), a projeção da produção brasileira de soja sofreu uma redução de 0,7%, em relação aos dados da safra 10/11. É previsto que cerca de meio milhão de toneladas deixe de ser produzida. Entretanto, a produção brasileira de soja continua estimada acima da casa dos 70 milhões de toneladas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink