Soja dos EUA estanca perdas com números do USDA
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,106 (1,48%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)


ANÁLISE AGROLINK

Soja dos EUA estanca perdas com números do USDA

Preços próximos do equilíbrio, diante de estimativas neutras
Por: -Leonardo Gottems
534 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na terça-feira (12.06) uma alta de 0,25 centavo de Dólar no contrato de Julho/18, fechando em US$ 9,54 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações de 0,25 até 0,75 ponto.

O mercado norte-americano da soja estagnou as perdas que vinham sendo registradas nos principais contratos futuros após a divulgação do novo relatório de oferta e demanda do USDA. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, a movimentação do mercado manteve os preços próximos do equilíbrio, diante do relatório neutro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, que trouxe estoques finais praticamente inalterados.

Para a Consultoria AgResource, foram poucas as surpresas para o mercado da soja: “O movimento de alta do Mercado de hoje foi impulsionado, princi­palmente, pela volta do otimismo das relações comerciais dos Estados Unidos. Na última madrugada, o encontro presidencial em Singapura, que reuniu os líderes norte-americano e norte-coreano, terminou com um bom cenário. Apesar da baixa correlação da Coréia do Norte com o Mercado da soja, as consequências de um apaziguamento da Península Coreana, colocaria o fim a uma guerra onde os chineses têm intervindo há décadas. Tal medida fortalece o reconhecimento chinês nas práticas de uma boa política de Trump, aumentando as possibilidades de uma retomada nas negociações comerciais favoráveis entre os EUA e a Chi­na”. 

“Na questão ‘estimativas’, o USDA trouxe uma redução da produção da soja na Argentina, agora em 37MTs, e um aumento (um pouco aci­ma do esperado) para a safra no Brasil, estimada em 119 MTs. A ARC lembra que tais alterações já haviam sido precificadas pela especulação”, concluem os analistas da AgResource. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink