Soja em Chicago recua para mínima de 10 anos por tensões comerciais EUA-China

Tensão comercial

Soja em Chicago recua para mínima de 10 anos por tensões comerciais EUA-China

O milho e o trigo também recuaram em Chicago
Por:
328 acessos

Os contratos futuros da soja em Chicago ampliaram perdas nesta segunda-feira, estabelecendo uma mínima de 10 anos, à medida que investidores foram desestimulados pelas crescentes tensões nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China, que reduziram expectativas de uma retomada nos embarques da oleaginosa.

O milho e o trigo também recuaram em Chicago, conforme menores perspectivas de uma solução rápida para a batalha tarifária entre Washington e Pequim levaram a grandes perdas tanto nos mercados de grãos quanto nos mercados financeiros de uma forma geral.

Os mercados de grãos também permaneceram sob pressão do relatório de oferta e demanda divulgado na sexta-feira pelo Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês), que projetou ofertas domésticas acima do esperado para soja, milho e trigo.

Além disso, os preços ainda foram pressionados por previsões de um tempo menos chuvoso que o visto ultimamente nos EUA, o que pode ajudar agricultores a avançar em plantios atrasados.

“O relatório do USDA... somou-se à atmosfera sombria atual das commodities agrícolas, devido às infindáveis e tensas discussões comerciais entre EUA e China”, disse a consultoria Agritel.

Às 13h40 (horário de Brasília), o contrato mais ativo da soja em Chicago recuava -1,2%, para 7,995 dólares por bushel, sua mínima desde dezembro de 2008.

O milho perdia 0,14%, a 3,5225 dólares/bushel, próximo à mínima de quase oito meses batida na sexta-feira, de 3,455 dólares.

Já o trigo se recuperava e atingia uma alta de 2,18%, a 4,34 dólares/bushel, após ter atingido seu menor nível desde janeiro de 2018, a 4,2125 dólares.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink