Soja marrom é a novidade da Embrapa para a safra 2011/2012 em MG

Agronegócio

Soja marrom é a novidade da Embrapa para a safra 2011/2012 em MG

Variedade possui resistência às principais doenças da soja
Por: -Janice
4291 acessos
Os produtores de soja de Minas Gerais contam com mais uma novidade para a safra 2011/2012, que começa a ser plantada na região a partir de outubro. É a soja marrom, ou BRSMG 800A, desenvolvida pela Embrapa – a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e com a Fundação Triângulo.
Em termos agronômicos, a soja marrom possui resistência às principais doenças da soja e apresenta potencial produtivo compatível com a média de outras cultivares de mesmo ciclo presentes no mercado. Ela é do grupo de maturidade 8.0, apresentando ciclo médio em Minas Gerais, região para onde é indicada.

A grande diferença da BRSMG 800A, no entanto, é a forma de consumo. Devido a sua coloração marrom e características organolépticas favoráveis, a nova cultivar pode ser misturada ao feijão carioquinha, aumentando em cerca de 30% o valor protéico do prato sem interferir no visual ou no sabor de um dos grãos mais consumidos do Brasil.

A expectativa é que a BRSMG 800A ajude a popularizar o consumo da soja in natura no Brasil. Nos testes de degustação realizados pela Epamig em escolas, eventos, universidades e supermercados os resultados têm sido promissores. Em um supermercado de Uberaba, 819 pessoas degustaram a soja marrom preparada com caldo de feijão: 80% das pessoas disseram que certamente comprariam o produto; 13% informaram que provavelmente comprariam e 7% disseram que talvez comprassem o produto.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) também tem realizado testes sensoriais. Nesses testes, a soja marrom foi preparada como feijão tropeiro e misturada ao feijão carioquinha em diferentes proporções. A pesquisa mostrou que a mistura proporcional de 50% entre a soja e o feijão pode aumentar em 30% o valor protéico do prato e ainda garantir um sabor agradável.

A BRSMG 800A deve chegar aos supermercados em breve, com o nome comercial Nutrisoy e com o selo de identificação Soja de Minas.

As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink