Soja recupera mais 36,45 cents em Chicago
CI
Imagem: Pixabay
PREÇO

Soja recupera mais 36,45 cents em Chicago

A deterioração das condições das lavouras norte-americanas, permitiu um salto nos preços
Por: -Leonardo Gottems

Na Bolsa de Chicago, a soja recuperou mais 36,45 cents, mas ainda está 107 cents abaixo do topo, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “O contrato de soja para julho22 fechou em nova alta de 2,25%% ou $ 36,75 cents/bushel para $ 1667,25”, comenta a consultoria.

“A cotação de maio23, que já está sendo negociada no Brasil, fechou em alta menor, de 1,71%, ou $ 24,50 cents/bushel a $ 1453,25. O contrato de farelo de soja para julho fechou em forte alta de 3,19%, ou $ 14,1/ton curta a $ 456,8 e o contrato de óleo de soja para julho fechou em alta de mais 1,52% ou $ 1,08/libra-peso a $ 71,90”, completa.

A deterioração das condições das lavouras norte-americanas, permitiu um salto nos preços. “O USDA indicou que 65% dos lotes se qualificam como bons a excelentes (vs. 68% esperados). Firmeza do petróleo, óleos vegetais e mercados em geral, deram impulso”, indica.

“Os dados de Progresso da Safra divulgados após o fechamento mostraram que 98% das novas safras de soja-grão tinham sido plantadas e 91% emergiram até 26/06. Isso é 1% à frente da média e corresponde à média de 5 anos, respectivamente. As classificações da condição da soja foram convertidas para uma pontuação Brugler500 de 365. Isso está 6 pontos abaixo da leitura da semana passada e 10 abaixo da pontuação inicial”, informa.

A Indonésia deve aumentar a mistura de biocombustíveis para B40 até o final de julho. Atualmente o país tem um requisito de mistura B30. “Na semana passada os estoques de soja nos portos recuaram 600 mil toneladas e os estoques de farelo e óleo de soja cresceram mais uma vez. O estoque de farelo cresceu 150 mil toneladas para 1,2 milhão de toneladas, contra 300 mil toneladas em março. A expectativa agora é de crescimento das vendas internas de rações, o que poderá ajudar a enxugar os estoques internos. Espera-se que a China receba cerca de 10 MT de soja do Brasil entre julho e agosto”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.