Soja reverte tendência e sobe nos EUA

ANÁLISE AGROLINK

Soja reverte tendência e sobe nos EUA

Propagação do coronavírus e notícias de boa safra na América do Sul limitaram a alta
Por: -Leonardo Gottems
342 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quinta-feira (13.02) alta de 3,75 pontos no contrato de Março/20, fechando em US$ 8,9625 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 2,50 e 3,75 pontos.

Os principais contratos futuros tiveram mais um dia de ganhos no mercado norte-americano da soja, com os contratos revertendo a tendência inicial. “Propagação do coronavírus e notícias de boa safra na América do Sul limitaram a alta. As vendas de exportação de soja para a semana que termina em 06/02 foram baixas nas estimativas, com a atualização do USDA mostrando 644.848 tons apenas”, apontam os analistas da T&F Consultoria Agroeconômica.

Foi uma redução de 8,4% em relação à semana anterior e 39,5% menor que a mesma semana do ano passado. Os embarques de soja na mesma semana foram de 611.345 tons, 57,8% menores do que a semana anterior Os embarques anuais ainda superam o ano passado em 22,6%, a 27.448 milhões de toneladas (MT). 

“O relatório também mostrou vendas de farelo de soja de 234.197 tons, 10,1% maiores, mas 4,3% a menos que as vendas na mesma semana do ano passado. O óleo de soja recebeu 39.143 tons em vendas de exportação na semana que termina em 06/02. As exportações de óleo de soja na mesma semana foram de 12.809 tons, o que colocou as exportações anuais em 342.869 tons. O fechamento médio para os futuros de novembro de 2020 é de US$ 9,19 1/4 até fevereiro, o que seria inferior ao preço de seguro base da safra do ano passado de US$ 9,54”, aponta a T&F.

De acordo com a ARC Mercosul, o suporte positivo é puxado pelo início da vigência da Fase 1 do Acordo Comercial entre China e EUA, que “motiva operadores a retornar a ponta compradora de contratos na CBOT. Cotas de importação sem tarifa de soja americana são esperadas nas próximas semanas”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink