Soja tem quebra de até 100% no Norte do RS

Agronegócio

Soja tem quebra de até 100% no Norte do RS

Por:
1 acessos

É crítica a situação da cultura da soja no município de Almirante Tamandaré do Sul, Norte do Estado, onde a planta começa a morrer por falta de chuva. Segundo o secretário municipal de Agricultura, Luiz Carlos Reisdorfer, há lavouras onde a perda é total e em outras variam de 50% a 80%. "Os moradores mais antigos contam que a última seca, que causou tantos prejuízos, aconteceu em 1944", disse o secretário.

Conforme Reisdorfer, nas primeiras áreas colhidas, a produtividade por hectare varia de 10 a 15 sacas, quando, na safra passada, o agricultor colheu mais de 40 sacas/ha. "As perdas na agricultura são irreversíveis. Chuvas a partir de agora evitariam aumento nos prejuízos do produtor", diz Reisdorfer. Nas lavouras de milho, com cerca de cinco mil hectares, a seca reduziu a produtividade em 50%. Em 2004, o município produziu em média 100 sacas por hectare. Já a soja ocupa 18 mil ha de área.

Outro problema apontado pelo secretário é que as pastagens do gado de corte e leiteiro também estão comprometidas. "A pastagem resiste, no máximo, a mais 10 dias de sol." Na bacia leiteira, aponta, há uma perda de 30%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink