Agronegócio

Sojicultores do RS recuperam atraso no plantio

O desenvolvimento vegetativo é bom em todas as regiões do Estado
Por: -Redação
1 acessos

Os sojicultores praticamente recuperaram o atraso que se verificava na fase de plantio, em relação à média histórica da lavoura, especialmente pelas condições de nenhuma chuva ter caído no período, acelerando o processo de semeadura (22% na semana), utilizando a umidade ainda existente no solo. Em algumas regiões, os produtores estão finalizando a dessecação da cobertura do solo de inverno, e é muito grande ainda o percentual de áreas que deverão ser semeadas no sistema plantio direto na palha. A seguir, quadro com as fases da lavoura:

O desenvolvimento vegetativo é bom em todas as regiões do RS, com pequenos problemas em áreas localizadas, como no Alto Jacuí e Noroeste Colonial, que com as pancadas de chuvas do período anterior, compactaram o solo,

prejudicando a germinação de algumas lavouras, havendo necessidade de replantio. Para os produtores que ainda possuem estoques com a oleaginosa, a comercialização é boa, mantendo a cotação em alta.

Na semana, o aumento foi de 2,14 pontos percentuais, ganhando R$ 0,56/saca, ficando o preço médio no RS em R$ 26,67/sc. A variação ocorrida foi de R$ 25,50/sc em Palmeira das Missões a R$ 28,00 em Pelotas e Lagoa Vermelha. No Brasil, cerca de 96% da safra da soja já foi comercializada, mas em algumas regiões gaúchas o percentual de estoque é maior, como na Zona da Produção com 20% ainda nos armazéns. As informações são da assessoria de imprensa da Emater/RS.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink