Agronegócio

Solo Vivo deve produzir 200 mil toneladas em unidade no MT

Inicialmente, a unidade de Rondonópolis vai operar com cerca de 75% da capacidade instalada
Por: -Redação
1 acessos

A Solo Vivo pretende misturar cerca de 200 mil toneladas de fertilizantes por ano na unidade que será construída em Rondonópolis. Inicialmente, a empresa vai operar com cerca de 75% da capacidade instalada. A previsão é que dentro de dois ou três anos após o início das atividades a fábrica atinja 100% do potencial, ou seja, processe em torno de 250 mil toneladas de adubos anualmente.

Atualmente, a empresa produz cerca de 180 mil toneladas de fertilizantes em Mato Grosso, por meio de uma unidade fabril localizada em Dum Aquino (140 km de Rondonópolis). Como o volume de fabricação da indústria é pequeno diante do consumo do Estado, a unidade recebe o reforço da fábrica de Paranaguá, que completa a produção.

O gerente de Comunicação Corporativa da Solo Vivo, José Roberto da Fonte, destaca, no entanto, que quando a fábrica de Rondonópolis entrar em atividade a unidade de Dom Aquino será desativada. “Toda a produção será concentrada na fábrica do Município”. Segundo ele, a previsão é que a filial gere de 25 a 30 postos de trabalho, o que significa de 10,4% a 14,5% dos postos de trabalho criados pela empresa no País.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink