Soluções inovadoras ajudam na luta contra a seca
CI
MEIO AMBIENTE

Soluções inovadoras ajudam na luta contra a seca

"Em muitas partes do mundo, a precipitação anual é a única que reabastece suas fontes"
Por: -Leonardo Gottems

Os especialistas estão buscando cada vez mais novas tecnologias e soluções inovadoras para acabar com a seca. De acordo com o portal especializado ecoinventos.com, a dessalinização da água é uma das alternativas que podem auxiliar nesse problema, já que embora mais de 70% da superfície da terra esteja coberta de água, apenas 0,003% é água doce. 

“Em muitas partes do mundo, a precipitação anual é a única que reabastece suas fontes de água doce. Mas, e se pudéssemos dessalinizar a água? Então os oceanos nos ajudariam a obter água fresca ilimitada. Mas é mais fácil falar do que fazer. A dessalinização da água é bastante cara, precisa de uma grande quantidade de energia, na maioria dos casos combustíveis fósseis. Mas os avanços neste setor fizeram agora com que os filtros fossem feitos de grafeno, que pode dessalinizar a água com nada mais do que a pressão hidrostática, reduzindo significativamente a quantidade de energia necessária”, diz o portal. 

Outro ponto que pode ser utilizado é a coleta de águas pluviais. “Apesar de ser um dos métodos mais antigos conhecidos pela coleta de água doce, a coleta de água da chuva foi algo que tinha sido perdido nas casas de hoje, que quase ninguém usa. Ultimamente tem experimentado um grande crescimento, as pessoas estão pensando novamente que é uma boa opção ter água fresca. Com a coleta de água da chuva, as residências podem armazenar água fresca e usá-la quando precisarem”, completa. 

“A irrigação por gotejamento busca que as plantas e o solo tenham seu nível ótimo de umidade. A vantagem deste sistema é que ele não desperdiça água, usa 100%. As fazendas mais modernas usam sistemas de irrigação por gotejamento, que podem operar de forma autônoma. A irrigação por gotejamento garante que cada planta receba a quantidade certa de água, que chega diretamente às suas raízes”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.