Soluções naturais na dieta das aves contribuem para garantia da segurança alimentar
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Eliza Maliszewski

AVÍCOLA

Soluções naturais na dieta das aves contribuem para garantia da segurança alimentar

Tecnologia favorece o desempenho e o bem-estar animal
Por:
123 acessos

Ocupando o posto de maior exportador de produtos de origem avícola, o Brasil possui um trabalho de segurança alimentar na avicultura que é referência mundial. Neste cenário, constantemente, toda a cadeia produtiva busca melhorias para se manter na vanguarda, sempre buscando o cumprimento das regras e normativas. Entre as práticas está o uso de soluções naturais nas dietas, a fim de melhorar os índices zootécnicos e reduzir a contaminação por possíveis agentes patogênicos às aves e até ao ser humano, conforme apresentado no Alltech ONE Virtual Experience, simpósio virtual realizado para discutir o futuro da agroindústria.

De acordo com o médico veterinário Fabrício Imperatori, gerente de vendas para Avicultura da Alltech, para que as agroindústrias obtenham melhores índices zootécnicos em suas criações através de animais mais bem protegidos contra diferentes agentes patogênicos, é essencial que os animais recebam as melhores condições no seu ambiente de criação e na alimentação para que possam expressar todo o seu potencial genético. “Caso isso não seja feito, as aves não irão expressar todo o seu potencial, tornando o desempenho aquém do esperado. As empresas que conseguem dar condições melhores para suas aves estão um, dois ou três passos à frente. Aqui orientamos o uso de aditivos naturais e matérias-primas de alta qualidade na alimentação, pois contribuem para reduzir a probabilidade de infecção ou, em caso de incidência, conseguir amenizar ou até mesmo eliminar rapidamente o problema”, explica.

Segundo o médico veterinário, o uso dessas soluções naturais como probióticos, prebióticos com frações ativas e específicas com frações ativas e específicas, minerais orgânicos, entre outros, além de favorecer o desempenho e a saúde do animal, permitem que ovos comerciais e carne de frango possam ir de encontro a segurança alimentar que procuramos enquanto consumidores. A Alltech, por exemplo, conta com um programa de saúde intestinal, que oferece soluções naturais para granjas, permitindo que as agroindústrias reduzam ou até mesmo deixem de usar os antibióticos melhoradores de desempenho na produção avícola, atendendo as exigências dos principais mercados compradores.

Para isso, o especialista destaca também a utilização enzimas, corroborando com a saúde e melhora na absorção de nutrientes pelos animais, assim como de soluções que focam na melhoria do microbioma intestinal, buscando o seu equilíbrio. Imperatori ainda reforça que cada produtor deve avaliar o seu contexto de produção, pontos críticos da cadeia produtiva, observando onde há possibilidade de melhoria.

“No mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, anualmente cerca de uma a cada 10 pessoas é acometida por uma doença transmitida por alimentos. Estas doenças geralmente estão relacionadas a infecções causadas por agentes bacterianos como Salmonella ou Campylobacter. Sendo assim, o cuidado com este processo de segurança alimentar deve continuar sendo prioridade. E nisso, recomendamos cada vez mais o uso de tecnologias naturais como as desenvolvidas pela Alltech, para auxiliar o animal a desenvolver o seu máximo potencial produtivo, trazendo o menor impacto para o meio ambiente e um alimento mais seguro e nutritivo”, finaliza.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink