Agronegócio

Sorriso é 15º maior exportador do Brasil, aponta balança comercial

Sorriso é o 15º maior exportador brasileiro no acumulado de 2016, até o mês de maio.
Por:
1155 acessos

Sorriso é o 15º maior exportador brasileiro no acumulado de 2016, até o mês de maio. O município mato-grossense fica atrás de Barcarena (PA). A soja e o milho são os principais produtos embarcados por Mato Grosso, que conta ainda com Rondonópolis em 29º. Ao todo 12 municípios ficaram entre os 100 principais exportadores no ranking da Balança Comercial Brasileira por Municípios.

Os embarques de Sorriso, até maio, somaram US$ 833,45 milhões em 2016, um incremento de 81,70% no comparativo com os US$ 458,69 milhões do período o ano passado. Apesar da soja liderar com US$ 483,02 milhões (54,35% incremento), o milho foi a commoditie com maior alta, entre as principais, nas exportações de US$ 104,4 milhões para US$ 281,9 milhões, ou seja, 170,06%. Já tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja cresceram 61,35%.

Os números foram divulgados este mês pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Os dados revelam que Rondonópolis somou US$ 490,47 milhões, um leve acréscimo de 1,02% em comparação ao ano passado no período, que havia registrado US$ 485,50 milhões.

Em Rondonópolis, as tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja somaram US$ 350,17 milhões, alta de 13,21. O milho US$ 24,10 milhões, incremento de 18,81%. Em contrapartida, a soja (grão) apresentou recuo de 42,36% nas negociações e o algodão 19,95%.

Nova Mutum foi o terceiro município de Mato Grosso melhor colocado no ranking nacional ocupando o 41º lugar. As exportações no município somaram US$ 389,6 milhões (+25,30%). A soja (grão) apresentou retração de 10,54% e somou US$ 165,3 milhões, enquanto tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja US$ 146,3 milhões, alta de 66,65%. O milho disparou 137,91% em relação ao ano passado, atingindo US$ 55,1 milhões. O algodão saltou de US$ 2,2 milhões negociados para US$ 20 milhões e a carne suína de US$ 273,4 mil para US$ 1,5 milhão.

12 entre 100

Ao todo, Mato Grosso ocupou 12 colocações entre as 100 principais do ranking da Balança Comercial Brasileira por Municípios. Primavera do Leste, segundo o MDIC, ficou em 49º lugar com US$ 324,7 milhões em commodities embarcadas. Sinop e Lucas do Rio Verde em 54º e 55º lugar, respectivamente, com US$ 299,2 milhões e US$ 297,9 milhões enviados em produtos ao exterior.

Sapezal até maio era o 64º no ranking nacional com US$ 255,6 milhões, Diamantino o 71º com US$ 239,9 milhões, Campo Novo dos Parecis o 74º com US$ 224,01 milhões, Cuiabá o 80º com US$ 211,4 milhões, Querência 84º com US$ 203,5 milhões e Campos de Júlio em 98º com US$ 161,4 milhões.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink