SP: Criadores de Bovinos de Todo o Estado Devem Estar Atento a Vacinação
CI
Agronegócio

SP: Criadores de Bovinos de Todo o Estado Devem Estar Atento a Vacinação

Vacinação será encerrada no próximo mês de maio
Por:
Todas as fêmeas bovinas e bubalinas com idades de três a oito meses devem ser vacinadas até maio
Os criadores de fêmeas bovinas e bubalinas de todo o Estado de São Paulo devem ficar atentos ao calendário de vacinação contra a brucelose, doença transmitida por bactérias aos animais. A vacinação deve ser feita apenas uma vez, em animais com idades de três a oito meses.

A vacinação que teve início em dezembro de 2013 será encerrada no próximo mês de maio. É necessário que os criadores que tenham levado ou levarão os animais neste período observem o prazo de declaração das vacinas ao órgão oficial de defesa agropecuária. O prazo final para a declaração da vacina contra a brucelose é no dia 7 de Junho. Este prazo passou a ser o mesmo estabelecido para a declaração da vacina contra a febre aftosa.

A entrega do leite “in natura” e a emissão da guia de trânsito animal (GTA) para bovinos e bubalinos de qualquer idade, são condicionadas à apresentação, pelo criador, do certificado emitido pelo serviço oficial de defesa, que todas as fêmeas bovinas ou bubalinas do rebanho foram vacinadas contra a brucelose entre três e oito meses de idade. A relação com os nomes dos médicos veterinários cadastrados na Defesa Agropecuária que realizam a vacinação no Estado de São Paulo está disponível no site da instituição. O endereço é o www.defesaagropecuária.sp.gov.br

A DOENÇA
A brucelose é uma zoonose (doença que acomete os animais e o homem) infecto-contagiosa causada pela bactéria Brucella abortus. Nos bovinos pode causar abortamento; nascimento de bezerros fracos; retenção de placenta; repetição de cio e descargas uterinas com grande eliminação da bactéria, além de inflamação nos testículos.
Em São Paulo a vacinação é obrigatória desde 2002 quando foi instituído pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, o Programa Estadual de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose animal.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink