Stephanes ressalta inovações da Agricultura nos 149 Anos do Mapa

Agronegócio

Stephanes ressalta inovações da Agricultura nos 149 Anos do Mapa

A criação da primeira faculdade de medicina veterinária no Brasil, o surgimento das escolas rurais e do Departamento Nacional de Pesquisa foram inovações importantes para a agricultura
Por:
1227 acessos

A criação da primeira faculdade de medicina veterinária no Brasil, o surgimento das escolas rurais e do Departamento Nacional de Pesquisa foram inovações importantes para a agricultura. A afirmação é do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, que participou da abertura das comemorações dos 149 anos da instituição, nesta terça-feira (28), em Brasília.

O ministro ressaltou que o Mapa tem avançado na área de política agrícola, mas é preciso investir em infraestrutura e logística, estabelecer um Plano Estratégico, um marco regulatório para a exploração de jazidas minerais para adubos e desenvolver nova política de crédito, preço e de seguro rural. “O Ministério não perdeu sua origem, ao apoiar o agricultor em tudo o que precisa para produzir, ou seja, é uma organização que alcançou os resultados que se esperava”, enfatizou.

Biodiesel - Stephanes comentou, ainda, sobre a produção de biodiesel, que hoje é feita, em grande parte, a partir do óleo de soja e do óleo de dendê. “A Embrapa Agroenergia está desenvolvendo o pinhão-manso como uma alternativa de grandes perspectivas. Além disso, o governo deve aprovar, nos próximos meses, um programa para aumentar a produção do óleo de dendê, como matéria-prima básica para a produção de biodiesel”, destacou.

Durante as comemorações dos 149 anos do ministério, Stephanes lançou o Prêmio Mapa de Jornalismo, o livro Produção Integrada no Brasil: Agropecuária Sustentável, Alimentos Seguros e a nova versão do Plano Estratégico do Mapa. Os servidores presentes conferiram, também, a exposição Conhecer para se Orgulhar, que apresenta datas e fatos marcantes do período 2008/2009, como o centenário do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e da Biblioteca Nacional de Agricultura (Binagri) e os quatro anos da ouvidoria do ministério.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink