Suíça puxa exportações de arroz brasileiro

Agronegócio

Suíça puxa exportações de arroz brasileiro

A Suíça, com cerca de 23 mil toneladas, foi o país que mais importou o produto
Por:
27 acessos

As exportações de arroz registraram um aumento de 263% em maio deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme os dados do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), o Brasil exportou 46 mil toneladas, contra apenas 12 mil em maio de 2006. A Suíça, com cerca de 23 mil toneladas, foi o país que mais importou o arroz brasileiro. Nos cinco primeiros meses do ano, no entanto, o Brasil vendeu 118 mil toneladas para o exterior, queda de 1,6% em relação aos cinco primeiros meses do ano passado.

O diretor de Mercado da Federação das Associações dos Arrozeiros do RS (Federarroz), Marco Aurélio Tavares, comentou que, a partir de julho, o volume exportado deve aumentar ainda mais, pois o porto de Rio Grande estará desafogado da safra de soja e será mais fácil escoar o grão. A estimativa do dirigente é encerrar o ano agrícola (de março de 2007 a fevereiro de 2008) com exportações na ordem de 350 mil toneladas.

Já as importações alcançaram 310 mil toneladas, um volume 5,99% superior ao mesmo período de 2006. Para o diretor comercial do Irga, Rubens Silveira, a queda da moeda norte-americana facilita as importações do grão. Ele defende o aumento da Tarifa Externa Comum (TEC) para dificultar a entrada do produto importado.

O presidente da Federarroz, Valter José Pötter, comentou que, entre os dias 30 de julho e 3 de agosto, participará de uma missão comercial brasileira ao México que antecede a visita do presidente Lula àquele país. "O México importa 600 mil t/ano de arroz, a maior parte dos Estados Unidos".


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink