Suíno com projeto ambiental
CI
Agronegócio

Suíno com projeto ambiental

Grupo foi vai articular um conjunto de ações, em parceria com o governo estadual e prefeituras

A coordenação do Comitê de Suinocultura do Vale do Taquari se reuniu no dia 13, na sede da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), em Estrela (RS), para definir como levar adiante as propostas aprovadas no Seminário Regional de Meio Ambiente, realizado durante a Suinofest 2010. No evento de Encantado o grupo foi escolhido para articular um conjunto de ações, em parceria com o governo estadual e prefeituras, que aliam a criação de suínos, aves e bovinos de leite com a preocupação ambiental.

Segundo o coordenador do comitê, Paulo Steiner, no encontro de terça-feira (13) os participantes entenderam que as ações devem ser encabeçadas pelo Programa de Desenvolvimento da Agropecuária do Vale do Taquari, que dá cobertura a todos os segmentos que representam o setor primário regional. “Considerando que o Projeto Piloto do Vale do Taquari-Ambiental, apresentado e aprovado no seminário de Encantado, abrange as três cadeias, convém que as iniciativas sejam coordenadas pelo programa”, justifica. O assunto, agora, será tratado com o grupo.

Steiner lembra que três pilares sustentam as propostas definidas no seminário. O primeiro diz respeito ao recolhimento de resíduos de saúde da classe 1, como embalagens de remédios, vacinas, seringas, desinfetantes, entre outros materiais utilizados nas propriedades. O coordenador do comitê reforça que Capitão foi o primeiro município da região a coletar os resíduos nas localidades do interior. A intenção é realizar a ação em todas as cidades do Vale até o final do ano que vem. O segundo buscará tecnologias para o correto destino de dejetos suínos, bovinos e de aves.

Convênio com a França

Capitão também é exemplo neste quesito por já ter implantado composteiras mecanizadas em chiqueirões. O terceiro pilar diz respeito à coleta e adequado armazenamento de água para o consumo dos animais das três cadeias produtivas. Steiner reforça que após a definição de quem comandará o projeto, as ações devem ser planejadas e executadas. No encontro de ontem, o comitê também tratou sobre o convênio assinado entre os governos do Estado e da França na área ambiental. Os consultores Etienne Vernet, representando o governo francês, e da Fepam, Sérgio Roberto da Silveira, explicaram que a iniciativa definiu alguns diagnósticos que serão apresentados em relatório preliminar no mês de setembro.
O Informativo do Vale


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.