Suíno tem melhor preço em 21 anos
CI
Imagem: Embrapa - MORÉS, Nelson
RIO GRANDE DO SUL

Suíno tem melhor preço em 21 anos

Cotação elaborada por entidade serve de referência para comercialização de suínos
Por: -Eliza Maliszewski

A Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS) reuniu os números da comercialização de suínos dos últimos 21 anos. A pesquisa englobou o período entre 1999 e 2020, avaliando a cotação histórica pelo quilo, evidenciando a evolução deste tipo de proteína ao longo de duas décadas.

A Pesquisa Semanal da Cotação do Suíno, Milho e Farelo de Soja, tornou-se referência para os produtores gaúchos para comercialização. Em 1999 o preço pago pelo quilo era de R$ 0,91. O valor só dobrou em 2004, passando para R$ 1,81. A casa do R$ 4 foi alcançada em 2015 e atualmente a cotação está em R$ 6,51, atingindo o melhor patamar histórico.

Cotação em 2020

O preço do suíno, que entrou 2020 na casa dos R$ 5, apresentou a primeira grande queda na primeira semana de abril, quando passou de R$ 5,02 para R$ 4,50, o que representa 10,35% a menos no valor do quilo do suíno vivo. Na última semana de abril, a cotação chegou a R$ 3,83, menor preço registrado em 2020, equivalendo a uma queda de 32,09% se comparado com a cotação da primeira semana do ano.  

No mês de maio iniciou-se a reação do preço do suíno gaúcho mas foi na terceira semana do mês de julho que a pesquisa apontou a primeira alta nunca antes registrada, a cotação de R$ 5,88. Já na semana seguinte, o preço do suíno subiu ainda mais e chegou a R$ 6,01. O aumento no preço continuou na primeira semana até atingir os R$ 6,51.

A pesquisa é composta por dados de suinocultores com granjas situadas em vários municípios do Rio Grande do Sul, sendo solicitado o preço do suíno que foi comercializado, a quantidade de animais vendidos, o peso do animal. A partir disso, é feita a média ponderada e assim resulta na cotação do suíno gaúcho da semana. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink