Suínos: Animal e carne desvalorizam com maior oferta

Agronegócio

Suínos: Animal e carne desvalorizam com maior oferta

As cotações do suíno vivo e da carne foram pressionadas em julho pela maior oferta do animal em relação à demanda
Por:
317 acessos

As cotações do suíno vivo e da carne foram pressionadas em julho pela maior oferta do animal em relação à demanda. De acordo com análises do Cepea, desde o final de junho, o preço da carcaça comum suína negociada no atacado da Grande São Paulo caiu 21% e da especial, 19,8%. Quanto ao suíno vivo, na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), o quilo do animal foi negociado, em média, a R$ 2,00 nessa quinta-feira, 30, recuo de 3,38% em sete dias.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink