Agronegócio

Suínos/CEPEA: Oferta restrita aumenta abate de animais com peso menor

Altas expressivas em todas as regiões acompanhadas
Por:
956 acessos

Com a baixa oferta de animais com peso ideal para abate, os preços do suíno vivo têm apresentado altas expressivas em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea. Para aproveitar os aumentos, produtores seguem ofertando os poucos lotes existentes com suínos com peso abaixo da média ideal para abate. Do lado da demanda, frigoríficos acabam pagando mais pelo animal vivo para conseguir atender a procura, que permanece relativamente firme por parte do consumidor final. Dados do IBGE mostram que o peso médio por animal abatido no segundo trimestre de 2013 caiu dois quilos em relação aos mesmos meses de 2012. Acompanhando o vivo, o peso acumulado das carcaças no mesmo período de 2013 diminuiu – 0,4% frente ao 2º trimestre do ano passado, totalizando 869,691 mil toneladas –, mesmo com o aumento no número de abate. Foram 8,986 milhões de cabeças abatidas no segundo trimestre deste ano, crescimento de 0,7% sobre o trimestre anterior e de 1,6% na comparação com o mesmo período de 2012.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink