Superagro terá cerca de 1500 equídeos para julgamentos e leilões

Agronegócio

Superagro terá cerca de 1500 equídeos para julgamentos e leilões

Mangalarga Marchador, Pampa, Campolina sã algumas das raças presentes no evento
Por: -Joana
776 acessos
Detentora do maior plantel nacional de eqüinos, com 808 mil animais, de acordo com dados de 2008 do IBGE, Minas Gerais apresenta durante a Superagro, na programação da 51ª. edição da Exposição Estadual Agropecuária, uma mostra da qualidade das diversas raças de cavalos com criatórios no Estado. Uma lista que inclui o Mangalarga Marchador, Pampa, Campolina e muitos outros. Ao todo, o evento terá a participação de aproximadamente 1200 animais para julgamentos e cerca de 300 para sete leilões. Participam também animais de propriedade de criadores de outros estados.


Os julgamentos realizados na pista de grama do Parque da Gameleira avaliam a performance e a proximidade com o padrão de cada raça, como comprova o organizador da participação dos animais da raça árabe, Mário Sérgio da Cruz Silva. “Avaliamos a performance dos animais em provas com obstáculos naturais, reproduzindo situações como se o animal estivesse em trabalho numa fazenda. Avaliamos também o melhoramento genético realizado pelos criadores, em conformidade com o padrão da raça”, diz.

Faturamento - O Brasil possui o quarto maior rebanho de equinos do mundo, com 5,6 milhões de animais. O primeiro lugar no ranking mundial pertence aos Estados Unidos, com 9 milhões de cabeças. Dados da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) sobre a equinocultura no Brasil mostram que o agronegócio do cavalo registra faturamento de cerca de R$ 7,5 bilhões e emprega diretamente 642 mil pessoas.


As exportações de carne equina e de cavalos vivos somaram, em 2009, receita de US$ 27,4 milhões, de acordo com o Ministério da Agricultura. Os principais importadores de animais vivos são os Estados Unidos, 37,4%; Bahamas, 10,3% e Angola com 8,3%. Já a carne de cavalo é exportada para a Bélgica, 45,5% do montante e Itália, com 19,6%; seguida por Japão e Holanda com 11,5% cada. O principal exportador é São Paulo, seguido de Minas Gerais.

A atividade, entretanto, tem potencial para crescer muito mais. A avaliação é de Pio Guerra Júnior, presidente da Comissão Nacional do Cavalo da CNA, autor do estudo “A equinocultura brasileira inserida no agronegócio”. Para ele, o país precisa, entre outros, construir novos terminais de carga viva para as exportações, principalmente tendo em vista os jogos olímpicos de 2016, quando o Brasil receberá inúmeros animais para competições. “Com novos terminais poderemos ter um incremento nas exportações”, avalia.


Para o dirigente, a produção de cavalos deve aproveitar a realidade positiva vivenciada hoje pelo Brasil, com recursos no campo e mais qualificação dos produtores rurais, para “dar saltos mais largos rumo à internacionalização do nosso produto, principalmente pela notoriedade do Brasil na exportação de produtos primários”, diz.

Além, da tradicional Exposição Agropecuária, a Superagro também engloba a 15ª Feira e Festival Internacional da Cachaça (Expocachaça); Feira de Negócios, Serviços e Produtos Pet e Veterinários (Expovet); Feira da Agricultura Familiar; Ciclo de Palestras do Sebrae-MG e o Ciclo de Aulas Técnicas. As novidades desta edição são a Feira da Pesca, Aquicultura, Náutica e Turismo, o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal e o 16° Encontro Nacional de Educação Sanitária e Comunicação. O evento será realizado entre os dias 25 de maio e 5 de junho, no complexo Parque de Exposições da Gameleira/Expominas, em Belo Horizonte (MG).


A feira é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), junto com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

As informações são da assessoria de imprensa da Superagro Minas

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink