Sustentabilidade e cadeia produtiva marcam abertura do Congresso da Carne

Agronegócio

Sustentabilidade e cadeia produtiva marcam abertura do Congresso da Carne

‘Defendemos um Código Florestal moderno, ambientalmente justo e economicamente viável’, disse senador Waldemir Moka
Por:
1362 acessos
‘Defendemos um Código Florestal moderno, ambientalmente justo e economicamente viável’. A afirmação do senador Waldemir Moka PMDB deu o tom da abertura do Congresso Internacional da Carne no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo na noite desta terça-feira. O evento é promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS – Famasul e reúne em Campo Grande, até o dia 9 de junho, representantes de 11 países e 19 estados.


‘Não queremos uma lei que vai engessar o setor produtivo do Estado’, completou o senador. O governador André Puccinelli, presente no evento, também enalteceu em sua fala a importância do setor agropecuário para o Estado e a preservação de 87% de vegetação nativa do Pantanal. Para uma platéia formada por representantes de toda a cadeia produtiva da carne, o governador pediu licença para ser bairrista: ‘Carne da melhor qualidade, só em MS’.

Em seu pronunciamento, o presidente da Famasul, Eduardo Riedel, lembrou que o Brasil é o maior exportador e o segundo maior produtor mundial de carne bovina. Riedel reforçou o conceito de cadeia, ao citar os diversos setores presentes no Congresso, como de insumos, de produção, industrial, comercial e do setor público. "Estaremos nesses dois dias debatendo sobre os temas mais impactantes para a pecuária em âmbito mundial. A globalização nos coloca a todos como agentes de um mercado que é dinâmico não só pelo aumento da demanda, mas pela necessidade de adequação às diferentes necessidades e exigências que se interpõem", enfatizou. "Queremos nesses dois dias fortalecer relações e consolidar conceitos a respeito de todos os aspectos relacionados à produção e consumo de carne", completou.


A abertura contou com a presença de palestrantes, produtores e autoridades do setor da carne de vários estados. Durante a abertura, Famasul, Empresa Brasileira de Agropecuária – Embrapa e Assembléia Legislativa do Estado assinaram um pacto de sustentabilidade que prevê ações conjuntas para o desenvolvimento da atividade agropecuária com responsabilidade ambiental.

O Congresso Internacional da Carne é uma realização do International Meat Secretariat (IMS/Opic) em conjunto com a Famasul. O evento tem o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural – FUNAR e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS – Senar/MS, do Fórum Permanente da Pecuária de Corte da CNA, do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e Convention Visitors Bureau, e é patrocinado por John Deere, Marfrig, Seara, AllFlex, JBS, Safe Trace, Valefert, Serrana Nutrição Animal, Fecomércio, Sindan, Sebrae, Fiems e Banco do Brasil.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink