Syngenta dobra venda de sementes de soja e aumenta renda de produtores
CI
Agronegócio

Syngenta dobra venda de sementes de soja e aumenta renda de produtores

Novo modelo de negócios compartilha conhecimento
Por:

Novo modelo de negócios compartilha conhecimento e receitas e aumenta a oferta do grão no mercado
 
A Syngenta dobra a venda de sementes de soja vendidas no Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, um crescimento impulsionado pela oferta de sementes de alta tecnologia e pelo novo modelo de negócios IBP –Integrated Business Partners, ou Parceiros Integrados de Negócios, lançado em 2012. Desde então, no Sul do país, o número de parceiros saltou de seis para 17. No ano passado, esse modelo de negócios passou a ser aplicado em outras regiões produtoras importantes, como Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e Maranhão, o que significou a chegada de mais quatro parceiros, totalizando 21 IBPs no Brasil.
 
A estratégia do IBP transforma os multiplicadores de sementes de soja (cooperativas e sementeiros) em parceiros da companhia. Para tanto, os parceiros compartilham seus conhecimentos específicos nas áreas de pesquisa, produção e comercialização, dividindo os lucros obtidos ao fim do processo.
 
A estratégia IBP se destaca ainda pelo fato de sua estrutura contar com o Expert Team, um grupo de técnicos que faz avaliações e recomendações das cultivares comerciais e pré-comerciais da Syngenta para obter o melhor posicionamento das variedades que serão disponibilizadas no mercado. Isso garante que o agricultor receba uma semente com mais qualidade, aumentando a produtividade na mesma área. O critério mais relevante, neste caso, é a compilação dos diferenciais e os resultados de produtividade das sementes, o que resulta no crescimento de vendas e, consequentemente, em maior lucratividade.
 
A iniciativa está alinhada com os compromissos assumidos pela Syngenta no The Good Growth Plan, iniciativa global para tornar as colheitas mais eficientes, aumentando em 20% a produtividade média das principais culturas do mundo, incluindo a soja, sem que seja preciso usar mais terras, água ou insumos.
 
Para 2014, a expectativa é que o crescimento, de adesão e de volume negociado, seja ainda maior. “O modelo é inovador, diferente de tudo o que existe no mercado. Com isso, buscamos como parceiros os melhores produtores de acordo com a qualidade de suas sementes de soja e que já eram clientes de nossa rede de distribuição, entre cooperativas e sementeiros”, explica Leandro Sauthier, gerente de IBP Soja da Syngenta.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink