Técnicos de Bangladesh buscam conhecimentos na Embrapa para aumentar a produção de trigo

Trigo

Técnicos de Bangladesh buscam conhecimentos na Embrapa para aumentar a produção de trigo

Objetivo foi buscar conhecimentos para alavancar a produção de trigo no País, um dos mais populosos do mundo
Por:
227 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Um grupo de oito pessoas, representantes do Ministério da Agricultura de Bangladesh, formado por técnicos de transferência de tecnologia e gestores de políticas para agricultura, estive em visita à Embrapa Trigo (Passo Fundo, RS) no dia 04/10. O objetivo foi buscar conhecimentos para alavancar a produção de trigo no País, um dos mais populosos do mundo.

Situado no sul da Ásia, Bangladesh é limitado em quase toda sua extensão terrestre com a Índia. O País conta com uma área que representa a metade do estado do Rio Grande do Sul, com uma população 15 vezes maior. Atualmente, são mais de 160 milhões de bangaleses e o desafio de alimentar uma superpopulação (1.033,5 hab./km2). A maior parte dos alimentos é importada, assim como combustíveis e aço. O País é grande exportador de malhas e confecções, inclusive para o Brasil.

Com o tema “Tecnologias avançadas de trigo para melhorar a produtividade e o manejo de pragas”, pesquisadores da Embrapa Trigo apresentaram as alternativas que levaram ao desenvolvimento da triticultura no Brasil nos últimos 40 anos. Ao contrário de Bangladesh, onde a limitação da produção passa pela restrição de área para agricultura, no Brasil o crescimento do cultivo é limitado apenas pelo mercado, que sofre intervenções de políticas públicas e trocas comerciais no Mercosul. 

De acordo com o secretário do Ministério do Planejamento de Bangladesh,  Md.Kamruzzman, o País tem produzido menos de 1,5 milhão de toneladas de trigo, frente a um consumo de 7 milhões de toneladas – destacando o crescimento no consumo de um milhão de toneladas de trigo em relação a 2017. “Precisamos de alternativas para sustentar esse crescimento da população e do consumo. Aumentar a produtividade é umas das possibilidades, já que existem muitas limitações para aumentar a área de cultivo”, explicou o secretário. Segundo relatório do USDA (base de dados do Departamento de Agricultura Americano), a média de produtividade do trigo em Bangladesh na última safra foi de 3,2 toneladas por hectares, superior e média brasileira que ficou em 2,4 t/ha. Outro tema de interesse dos visitantes foram os trabalhos no combate à brusone no trigo. A doença, historicamente restrita à América Latina, foi registrada na Ásia em 2016, resultando numa epidemia nas lavouras de Bangladesh.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink