Técnicos paraibanos participam de curso sobre algodão agroecológico

Algodão

Técnicos paraibanos participam de curso sobre algodão agroecológico

Emater-PB e a Anate realizam curso de capacitação para Cultivo do Algodão Agroecológico no Semiárido
Por:
109 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB) e a Agência Nacional de Assistência Técnica de Extensão Rural (Anater) realizam, a partir desta segunda-feira (10), curso de capacitação para Cultivo do Algodão Agroecológico no Semiárido, destinado a 38 técnicos do Projeto Algodão Paraíba, que devem se preparar para efetuar o planejamento e o acompanhamento da safra agrícola do algodoeiro em 2019. A programação segue até sexta-feira (14), com palestras que vão desde o manejo do algodoeiro em sistema agroecológico, passando por novidades na área da assistência técnica, mercado e certificação orgânica.

O treinamento acontece em Catolé de Boa Vista, distrito de Campina Grande, PB, com a parceria da Embrapa Algodão e da indústria têxtil Norfil SA. A programação começa às 8 horas, logo após a abertura oficial com diretor técnico da Emater, Vlaminck Saraiva. Na ocasião, a consultora Nalfra Batista fará explanação sobre a Anater e a Nova Ater - aspectos jurídicos, atribuições, gestão, sustentabilidade e comunicação.

No dia seguinte (11), o palestrante será o coordenador de Operações da Emater, Alexandre Alfredo Soares, que apresentará o histórico, oportunidades, desafios e metodologias de Ater do projeto. Em seguida, a agrônoma e preposto da Norfil SA Eliane Cecília de Medeiros abordará o tema certificação orgânica, destacando conceito de orgânicos, estruturação de propriedade como organismo agrícola, adubação, controle de pragas e doenças.

No terceiro e quarto dia do curso, as palestras serão ministradas pela equipe da Embrapa Algodão. Entre os temas abordados estão: inovação, manejo sustentável dos solos em ILPF e plantio direto, variedades de algodão, produção de sementes certificadas, fisiologia do algodoeiro com manejo em sistema orgânico agroecológico sustentabilidade, Manejo Integrado de Pragas em sistemas orgânicos, apresentação de um aplicativo para auxiliar no manejo de pragas, colheita, colheitadeiras e beneficiamento de algodão na agricultura familiar, manejo dos restos culturais do algodoeiro e flambagem da semente de algodão.

O último dia do curso será dedicado ao processo de certificação, quando serão abordadas questões como o requerimento mínimo para inspeção, perfil dos agricultores selecionados, certificação em grupo e o planejamento da safra 2019.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink