Tecnologia digital reduz custos na produção rural

Agronegócio

Tecnologia digital reduz custos na produção rural

Novas ferramentas dão segurança desde a gestão de dados até as características do solo ou plantel
Por:
2623 acessos

Novas ferramentas dão segurança desde a gestão de dados até as características do solo ou plantel

Monitoramento de máquinas agrícolas, controle da cadeia de suínos, aplicação de insumos, prevenção de pragas, gestão de propriedades leiteiras. Essas atividades são rotina na vida do homem do campo ou de quem tem negócios rurais. O que não era rotina há algum tempo e hoje é uma realidade é o uso da tecnologia digital para assessorar o agricultor. O Brasil, não é novidade afirmar que o agronegócio é um dos pilares da economia no Brasil. Conforme dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Inndústria e Comércio Exterior (Mdic),no segundo semestre de 2016 , quase 50% das exportações brasileiras devem-se às atividades agropecuárias. Com base nesses dados econômicos, veremos que as possibilidades de ganhos com a agricultura são altas e as margens de erro devem ser mensuradas para que não comprometam todo o trabalho que está por trás do produto pronto.

As tecnologias digitais associadas às lavouras e criação de animais têm esse intuito: reduzir as chances de equívocos durante o desenvolvimento do processo produtivo até o resultado final. A linguagem da tecnologia digital assumiu muitos formatos e virou um recurso interessante e promissor para muitos segmentos empresariais, entre eles, a produção rural. Empresas e produtores rurais incorporaram os benefícios dessa nova forma de comunicação, que já existe no mercado há muito tempo, num modelo mais limitado, mas que foi evoluindo até chegar neste momento, século XXI, ano 2016.

O início da tecnologia até chegar na produção rural
A tecnologia digital está associada ao começo da Internet, que surgiu em 1970 quando os primeiros computadores chegaram às universidades americanas e ocuparam salas inteiras, devido ao seu tamanho. A Internet foi inventada com o objetivo de comunicação entre dados militares e também para o meio acadêmico. Em 1980, os computadores ficaram menores e começaram a ser usados na escola. Em 1990, foi a explosão da Internet com o desenvolvimento dos navegadores como Internet Explorer da Microsoft e o Netscape Navigator. O surgimento acelerado de provedores de acesso e portais de serviços online contribuíram para este crescimento. A Internet passou a ser utilizada por vários segmentos sociais.

Em 2006, as redes sociais ocuparam a Internet e instauraram um novo tipo de relacionamento entre os usuários. Em 2010, sites de compra e e-comerce conquistaram pessoas de todas as classes sociais pela facilidade de comprar sem precisar ir a um estabelecimento físico. Esse avanço de trabalho na tecnologia digital atingiu o produtor rural. Apenas ter um site não foi mais sufiente para se relacionar com o produtor rural, que também se transformou num consumidor mais ativo e exigente, o que fez as marcas migrararem para as redes sociais. Elas foram usadas para estabelecer aproximação do agricultor com determinada marca, através de novidades e dicas, que passaram a ser acessadas pelos dispositivos móveis, como smartphones e tablets, o que despertou a possibilidade de estreitar mais essa relação , com um conteúdo mais consistente, por exemplo, que favorecesse a administração de dados e tarefas atingindo pequenos e grandes produtores. Essas características hoje estão nos aplicativos.

Aplicativos gratuitos estão ao acessso de qualquer produtor rural
Basta ter um smartphone para baixar um aplicativo que atenda a sua necessidade. Mas vai além disso. A tecnologia expandiu a sua atuação. Hoje é possível ver drones, ferramentas via satélite e computadores de última geração como exemplos de produtos disponíveis aos agricultores. Entretanto, alguns itens custam caro, e podem afastar novos produtores que não dispõem de muito dinheiro em caixa. Contudo, sempre existem opções viáveis pra quem está começando sua lavoura ou seu rebanho. Muitas delas podem ser acessadas dos dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Esse são resultados do Marketing Digital. Segundo Claudio Torres, especialista em Marketing Digital, “ O Marketing Digital está se tornando cada dia mais importante para os negócios e para as empresas”. Ou seja, é uma transferência de produtos e serviços ao consumidor. Um desses serviços são os aplicativos, chamados de app, usados em plataformas móveis, como tablets e ipads, smartpfones.

Essa tendência tem se revelado um reforço de alto valor agregado ao trabalho de “dentro para fora da porteira” . Segundo o analista de mercado, diretor da Cerealpar no Brasil e consultor do terminal de grãos de Malta, Kordin Grain Terminal. , Steve Cachia, esse movimento não tem mais volta. “ Por se tratar de ferramentas que buscam a produtividade,seja na lavoura ou na administração financeira, ajudam a monitorar dados e presumir resultados. Também auxiliam na prevenção de fatores externos, o que gera rentabilidade e maior controle de todo o trabalho”. Cachia acrescenta que os aplicativos também coopera nas negociações. “O aplicativos servem desde o planejamento do período de plantio e desenvolvimento das culturas e lavouras até a venda e comercialização. Para o mercado dos grãos, tem sido fundamental para a tomada exata de decisões quanto à compra e venda de soja, o que atinge o produtor desse grão. Para nossos clientes, o uso de aplicativos é importante para a organização interna do plantel ou lavoura , como manejo da pecuária de leite ou correção de solos”.

Um case que exemplifica o que o analista explicou é o do agricultor Ronaldo Branco, que planta milho e soja em 300 hectares, na ci­dade de Castro, no interior do Paraná. Há alguns anos, decisões típicas como o momento de plantar, irrigar ou aplicar defensivos na lavoura dependiam de anotações realizadas em um caderno/caderneta. Braco descobriu o Farmlogs, um aplicativo gratuito para gerenciamento de fazendas desenvolvido em Ann Arbor, no Michigan, no Meio-Oeste dos Estados Unidos. Ao fazer uso do aplicativo, informações do plantio e da colheita de suas lavouras e o preço das commodities na bolsa de Chicago estão no smartphone do agricultor.“Administrar uma fazenda envolve dezenas de etapas que precisam ser realizadas na hora certa. Agora, por exemplo, sei exatamente quando foi irrigado cada pedacinho da fazenda. As decisões passaram a ser mais rápidas e precisas.”

Esse é um dos exemplos das vantagens de usar alicativos, que alivia o bolso do produtor com menores custos ao permitir um mapeamento mais supervisionado do sistema de produção. O aplicativo, de uma forma mais simples, é um programa instalado via smartphone, que permite ao usuário acessar informações ou fazer a gestão de determinado serviço. Entre tantas funções, alguns oferecem, além das ações de gerenciamento as características do solo e a quantidade exata de chuva que cai em cada parte da propriedade e, assim, programar a irrigação e a aplicação de fertilizantes na medida certa. O importante é destacar que essa tecnologia está à disposição do pequeno, médio e grande produtor rural. Muitos aplicativos são gratuitos. Outros podem ser comprados pro empresas que podem desenvolver um especificamente para o seu negócio. Conheça alguns aplicativos que podem ser baixados gratuitamente por smartphones:

Mapeamento de áreas (Gratuito, disponível para Android, em inglês) – O aplicativo permite fazer, com alguns toques na tela toda a medição do perímetro e o cálculo de áreas utilizando imagens de satélite. Basta localizar a propriedade por meio das coordenadas GPS e fazer a marcação dos pontos. Outra possibilidade é utilizar o modo rastreamento, assinalando as coordenadas em uma caminhada ou usando um veículo. A medição pode ser feita até mesmo em áreas de pivô, que são arredondadas. As marcações podem ser armazenadas para posterior conferência. O usuário também conta com recursos que facilitam o compartilhamento dos dados com outras pessoas.Link para download: http://bitly.com/1OH8cO7

Exame por fotos Adama Alvo (Gratuito, disponível para Android, em português) – Desenvolvido pela multinacional Adama, o aplicativo possui um banco de imagens que ajuda o produtor a identificar pragas e doenças nas culturas de soja, milho, trigo e algodão. É possível pesquisar na base de dados as doenças por nome e sintomas, além de informações como o ciclo de vida das pragas. O produtor também pode enviar fotos diretamente do campo para depois receber uma avaliação dos técnicos acerca da doença.Links para download:Android - http://bitly.com/1yy9KWQIOS - http://apple.co/1PSt2LQ

Simulador para o Código Florestal (Gratuito, disponível para Android e IOS, em português) – Em meio ao prazo curto para adesão ao Cadastro Ambiental Rural (Car), esse aplicativo tenta facilitar o trabalho de regularização dos imóveis rurais. O usuário insere dados da propriedade (como localização, área de cultivo e área de reserva legal) e o sistema fornece um diagnóstico em relação a Lei do Novo Código Florestal. Em caso de passivo ambiental o programa também fornece dicas para fazer a regularização.Links para download:Android - http://bitly.com/1Ii6cYTIOS - http://apple.co/1D7WjZd

Previsão Climática INMET Tempo e Clima (Gratuito, disponível para Android e IOS, em português) – Utilizando dados do Instituto Nacional de Meteorologia do Brasil (Inmet), o aplicativo fornece dados como previsão do tempo para os próximos cinco dias, além de informações como precipitação, temperatura e umidade. Também é possível visualizar as imagens dos satélites meteorológicos, que são atualizadas a cada 15 minutos. Os alertas divulgados pela entidade também são replicados no aplicativo.Links para download:Android - http://bitly.com/1IODsdtIOS - http://apple.co/1HbjIyK

Mistura de TanquesTankmix – (Gratuito, disponível para Android e IOS, em inglês) - Desenvolvido pela multinacional Yara, o aplicativo permite ao produtor simular misturas de produtos nos tanques de pulverização. As informações provêm de uma base de dados abastecida com o resultado de testes de laboratório. É possível definir quantidades de produtos, simulando combinações de herbicidas, fungicidas e demais químicos com a água.Links para download:Android - http://bitly.com/1EMqwCBIOS - http://apple.co/1HbELRC

Agro Precisão Agri Precision - (Gratuito, disponível para Android, em português): O aplicativo visa auxiliar o produtor a executar trabalhos de agricultura de precisão. Permite que o celular seja utilizado como um GPS de mão, identificando os pontos de coleta de amostras em campo, antes de execução das aplicações de insumos. Além disso o programa também auxilia no cálculo de áreas nos talhões das propriedades e permite a criação de grades amostrais. Os dados podem ser exportados para o computador ou também podem ser salvos para posterior conferência no próprio celular.Link para download: http://bitly.com/1FYfhWr

Mapa e Controle da ferrugem Consórcio Antiferrugem (Gratuito, disponível para IOS, em português) – Aplicativo apresenta dados do Consórcio Antiferrugem, iniciativa liderada pela Embrapa Soja e que mapeia a dispersão da doença pelo país. Com alguns toques na tela é possível localizar as ocorrências por ano safra, conferindo como é a dispersão da doença, bem como identificando a cidade onde houve o contágio. Também pode-se conferir os detalhes sobre cada caso registrado no sistema do Consórcio.Link para download: http://apple.co/1PTER4A

Pulverização na dose certa TeeJet  (Gratuito, disponível para Android e IOS, em inglês) – O aplicativo auxilia o produtor a definir os atributos para fazer a pulverização das lavouras. Basta inserir dados como a velocidade, o espaçamento e a taxa de precisão da aplicação desejada para receber uma lista com os melhores bicos que podem ser utilizados para o trabalho nos pulverizadores.Links para download:Android - http://bitly.com/1JNkjX8IOS - http://apple.co/1CQhTlT

Manejo do gado Suplementa Certo (Gratuito, disponível para Android, em português) – Desenvolvido pela Embrapa Gado Corte e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) o aplicativo ajuda os pecuaristas a fazer a avaliação de custo/benefício da suplementação de bovinos de corte na época de seca. O sistema permite comparar dois tipos de suplementação: com sal proteinado e em semiconfinamento Também é possível comparar os rendimentos do mesmo tipo de produto de suplementação, de diferentes marcas, sem necessidade de conexão constante com a Internet. O programa informa o número mínimo de cochos que deve ser disponibilizado ao lote a ser suplementado.Link para download: http://bitly.com/1IOvRM2

Olho no Mercado Commodities Market Prices (Gratuito, disponível para Android, em inglês) – O aplicativo reúne as principais cotações de commodities agrícolas em Bolsas como Chicago e Nova Iorque, além da variação cambial do dia. Produtos como grãos, carnes e combustíveis estão listados na base de dados do programa. É possível selecionar os contratos favoritos, criando listas customizadas, sendo possível obter acesso a dados como valor de abertura, valor de fechamento e variação dos preços entre os pregões. O aplicativo também exibe gráficos semanais, mensais e anuais para facilitar a análise dos dados.Link para download: http://bitly.com/1OIl6vi

Texto:

Taís Teixeira - ComTEXTO Produção de Conteúdo


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink