Tecnologia Intacta RR2 PRO™: Coodetec é a primeira
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Agronegócio

Tecnologia Intacta RR2 PRO™: Coodetec é a primeira

Presidente da Monsanto do Brasil, André Dias, esteve na Coodetec e assinou o primeiro contrato de licenciamento da tecnologia Intacta RR2 PRO™; Dias também participou da reunião do Conselho Administrativo e conheceu a estrutura da Cooperativa
Por:
1515 acessos
Presidente da Monsanto do Brasil, André Dias, esteve na Coodetec e assinou o primeiro contrato de licenciamento da tecnologia Intacta RR2 PRO™; Dias também participou da reunião do Conselho Administrativo e conheceu a estrutura da Cooperativa

Na manhã de sexta-feira, dia 18 de maio, o presidente da Monsanto do Brasil, André Dias, participou da reunião do Conselho Administrativo da Coodetec, em Cascavel/PR. “Estou aqui para agradecer a seriedade e a parceria estratégica da Coodetec, bem como de todas as cooperativas que representa”, disse Dias. A visita, segundo ele, foi uma forma de reconhecer a importância estratégica que a Cooperativa sempre teve. “Desde o lançamento da soja RR, temos a Coodetec ao nosso lado e agora vamos continuar juntos neste novo desafio, com a soja Intacta RR2 PRO™”, comentou.

Os membros do Conselho aproveitaram o momento para esclarecer algumas dúvidas sobre a tecnologia e Dias respondeu aos questionamentos. “A expectativa é muito grande, queremos lançar a tecnologia ainda nesta safra. Só estamos aguardando a aprovação de um país importador”, explicou. Ele disse ainda que o comércio é global e essa falta de sincronia na aprovação, entre os países, pode prejudicar o processo. “A Monsanto não fará o lançamento antes dessa aprovação. Esse é o nosso compromisso com o agricultor. Acompanhamos um caso recente onde o governo da China proibiu toda importação de milho da Argentina, pois um evento não havia sido aprovado. Não podemos correr esse risco”, acrescentou.

O lançamento da tecnologia será plural. Várias empresas o farão, juntamente com a Monsanto. A Coodetec é uma delas. “Fico muito feliz que a Coodetec esteja lançando no primeiro ano, pois demonstra avanço tecnológico e comprometimento com as demandas da agricultura”, comentou. No primeiro ano o volume será limitado, mas, a partir do segundo, as empresas licenciadas poderão fazer volumes maiores.

O presidente da Monsanto do Brasil ainda destacou a atuação das equipes técnicas das cooperativas. “Investimos muito em pesquisa para desenvolver as melhores combinações, com várias tecnologias, que possam minimizar os problemas com plantas daninhas, por exemplo. Porém, as boas práticas continuam sendo fundamentais e as cooperativas, através de suas equipes técnicas, desenvolvem um importante papel.”

Ainda durante a reunião, Dias assinou o primeiro contrato de licenciamento da tecnologia Intacta RR2 PRO™ no Brasil, juntamente com o presidente do Conselho de Administração da Coodetec, Irineo da Costa Rodrigues. Depois participou de um almoço na Cooperativa e fez uma visita aos principais laboratórios de pesquisa. Dias se surpreendeu com a faixa etária dos pesquisadores e elogiou a atuação da Coodetec nessa área. “Vocês estão de parabéns por trabalhar na formação desses jovens pesquisadores, que farão toda diferença no mercado amanhã.”

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink