Temperatura da água afeta performance do herbicida

Agronegócio

Temperatura da água afeta performance do herbicida

Pesquisa conduzida por cientistas da Universidade de Purdue
Por: -Leonardo Gottems
6418 acessos

 

Pesquisa conduzida por cientistas da Universidade de Purdue (Indiana/EUA) apontam que a temperatura da água influi na performance dos herbicidas para pós-emergência. A água em temperatura de moderada à quente – mas não muito quente – obteve melhores resultados do que fria, concluiu o estudo divulgado pelo Portal Global Agrochemicals.

“Nós damos a orientação de não usar a água fria no início da primavera ou do outono”, disse Pratap Devkota, um dos pesquisadores. “Certifique-se de usar a água morna. A correta temperatura da água é um dos componentes da aplicação do herbicida” confirmou Bill Johnson, estudante de graduação que é assistente na pesquisa.

De acordo com Devkota, ainda não há muita consciência dos produtores neste sentido porque não foram feitas muitas pesquisas até hoje sobre o tema. Os pesquisadores descobriram que o desempenho da mistura foi reduzido a 41° - temperatura mais baixa testada.  

Na temperatura mais alta (133°) a performance também caiu. Os melhores resultados foram obtidos com temperaturas entre 72° e 102°. Os especialistas usaram na experiência o 2,4-D, glufosinato, Mesotrione, glifosato e Dicamba.alertam que a pesquisa ainda está em andamento, e não é possível generalizar os resultados para todos os tipos de herbicidas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink