Terceira etapa do Controle Estratégico 5-8-11 Zoetis ocorre em novembro

Agronegócio

Terceira etapa do Controle Estratégico 5-8-11 Zoetis ocorre em novembro

O objetivo deste momento é combater verminoses atuantes na primavera
Por:
1317 acessos

O objetivo deste momento é combater verminoses atuantes na primavera
 
Como as verminoses evoluem consideravelmente na primavera, afetando a produtividade das fazendas, o mês de novembro marca o período para a aplicação da terceira e última dose de antiparasitários em bovinos. A terceira etapa do Controle Estratégico 5-8-11 Zoetis busca combater as verminoses atuantes nessa estação do ano, para alcançar melhores resultados ao final do ciclo anual.

O protocolo do Controle 5-8-11 Zoetis preconiza a vermifugação do rebanho com produtos em meses predeterminados, seguindo a dinâmica dos parasitas no ambiente e nos animais, ao mesmo tempo em que facilita o manejo ao coincidir duas etapas com a vacinação obrigatória contra a febre aftosa. Os números “5-8-11” significam os meses de maio, agosto e novembro – período mais efetivo para o combate da verminose bovina no rebanho nacional.

“Fizemos uma parceria entre nossos pesquisadores e a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, visando criar um programa de combate a verminoses que oferecesse o melhor resultado com facilidade de manejo. O resultado da parceria, que chamamos de 5-8-11, permite ao pecuarista produzir mais arrobas por hectare se comparado aos protocolos tradicionais”, afirma Pablo Paiva, Gerente de Produto da Linha de Antiparasitários e Vacinas Clostridiais para a Unidade de Negócios Bovinos da Zoetis.

A análise da produtividade do programa foi feita pela Exagro, consultoria com grande experiência na produção de gado de corte no Brasil. Pelos dados do estudo, além de proporcionar facilidade de manejo e bem-estar animal, o Controle Estratégico 5-8-11 obtém uma produtividade superior em até 30% quando comparado ao manejo tradicional.

Aplicando o 5-8-11
Devido a suas características, princípio ativo e formulação, o Treo ACE foi escolhido para aplicação no mês de maio (5), assegurando um tratamento eficaz e uma proteção efetiva dos animais por um período de tempo prolongado, ou seja, até o mês de agosto (8). Para esta segunda vermifugação, o Cydectin foi selecionado graças a sua alta eficácia e molécula única, fundamental para a eliminação dos parasitos. A reaplicação do Treo ACE em novembro (11), última fase do tratamento, permite a manutenção da proteção contra os vermes até que a disponibilidade de pasto melhore e os animais se recuperem do período seco.
 
“O Controle 5-8-11 Zoetis representa o empenho da empresa em sempre buscar soluções de aumento de produtividade, aliando produtos de alta tecnologia a pesquisa cientifica aplicada”, finaliza Paiva.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink