Terceirização de veículos e maquinários agrícolas pode gerar economia de até 25%

Maquinário Agrícola

Terceirização de veículos e maquinários agrícolas pode gerar economia de até 25%

Locar automóveis e equipamentos específicos pode gerar economia de recursos e facilidade para empresas do setor
Por:
212 acessos

A opção pela terceirização de automóveis, máquinas e equipamentos agrícolas pode representar uma economia de até 25% para negócios do setor, mesmo em casos nos quais o número de veículos locados é pequeno. A estimativa é da Ouro Verde, especialista em gestão e terceirização de frotas. Além de representar economia de recursos, quem opta por essa modalidade de negócio, tem entre as vantagens a disponibilidade de equipamentos sempre atualizados e a redução do uso de limites de crédito para compra de maquinário.

A prática, já consolidada no mercado internacional, está em constante crescimento no Brasil, sendo uma alternativa para empresas de todos os segmentos e portes. A economia com a alternativa começa com o recurso que seria destinado ao investimento em veículos próprios, que, neste caso, pode ser aplicado em inovações na empresa. Segundo o gerente de Frotas Leves da Ouro Verde, André Scotti, a terceirização também proporciona redução da necessidade de Capital de Giro e aumento do índice de liquidez da empresa, ao substituir imobilização de capital por custo de locação.

De acordo com Scotti, empresas ligadas ao agronegócio podem optar tanto pela locação de automóveis comuns para uso diário, como atividades administrativas e comerciais, ou equipamentos específicos para: transporte de carga frigorificada, plantio de grãos, colheita de cana, entre outros, por exemplo. Para realizar a operação basta que a empresa possua Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), sendo possível optar por locação a partir de um veículo.

De acordo com o gerente-geral de pesados da Ouro Verde, Marluz Renato Cariani, a flexibilidade no aumento da frota de máquinas, a disponibilidade destas por ter uma empresa especializada acompanhando o processo e os períodos de manutenção, além da diminuição no uso de limites de crédito com aquisição dos equipamentos são as principais vantagens da terceirização para empresas do agronegócio. “Uma grande facilidade para o segmento é obter, em um único fornecedor, 100% de gestão e terceirização de frotas leves, pesadas, máquinas e equipamentos”, destacou.

Para empresas que já possuem uma frota própria e desejam migrar para o modelo terceirizado, a Ouro Verde conta com um suporte que consiste em comprar os veículos do cliente. “Um dos grandes problemas de quem já tem os ativos é conseguir vendê-los. Assim, com esse serviço, o empreendedor pode receber o valor dos carros à vista ou abater nas mensalidades da frota que decidir adotar”, explica Scotti.

Gestão

Além da terceirização, é possível contratar o serviço de gestão, que torna possível para o administrador da frota realizar o cruzamento de informações importantes, como a telemetria, que permite o monitoramento completo do ativo e identifica desvios de dirigibilidade, e o cartão combustível, que monitora e controla os abastecimentos. Assim, é possível fazer um diagnóstico do comportamento dos condutores, muito focado na parte da segurança e, consequentemente, traduzindo em uma redução ainda maior dos gastos.

 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink