Termotécnica fechou acordo com importadores russos

Fruit Logistica Berlin

Termotécnica fechou acordo com importadores russos

Além da Rússia, companhia estreitou relacionamento com importadores da Holanda, França e Espanha e traders do Brasil
Por:
53 acessos

A estratégia da Termotécnica para ampliar a participação nos mercados externos, com o lançamento da marca internacional FarmFresh  para a linha de conservadoras de frutas, legumes e verduras (FLV), já deu seus “primeiros frutos”. Na Fruit Logistica 2020, que aconteceu esta semana, de 5 a 7 de fevereiro, em Berlim, Alemanha, a companhia  fechou uma parceria com importadores da Rússia para acondicionar os lotes de limão Tahiti produzidos no Brasil.

De acordo com a gerente de Inovação da Termotécnica, Thaize Schmitz, os comerciantes russos buscaram nas soluções FarmFresh a garantia de que as frutas importadas do Brasil suportem a longa jornada de transporte e cheguem em perfeito estado de conservação e frescor ao mercado daquele país. “As nossas soluções pós-colheita também valorizam e são um grande ativo para os produtores das frutas brasileiras, pois garantem que elas sejam acondicionadas, transportadas, entregues e expostas aos seus clientes em diversos países com a mesma qualidade, frescor e cuidado do processo de cultivo e colheita.”

No maior evento mundial de produtos frescos, as conservadoras FarmFresh tiveram grande exposição. Foram utilizadas pelos produtores de frutas para exportação, para apresentação de seus produtos, como mamão, manga, limão, abacate e uva, no Pavilhão Brasil da Abrafrutas (Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados). Entre eles, a COOPA - Cooperativa Agrícola de Petrolina, a ItaCitrus, a Sebastião da Manga e a Forever5.

Além da Rússia, a Termotécnica estreitou relacionamento com importadores da Holanda, França e Espanha e traders do Brasil e da Argentina para exportação das frutas premium acondicionadas e transportadas nas conservadoras FarmFresh. O objetivo destes contatos e reuniões é desenvolver, em conjunto com fruticultores parceiros do Brasil, o atendimento aos mercados destes países e também da Inglaterra.

Buscando sempre a inovação e a diversificação de segmentos de atuação para suas soluções em EPS, a Termotécnica aproveitou os contatos na feira de Berlim para aprofundar conhecimentos e parcerias em tecnologias de ponta para controle e monitoramento de frio.

Inovação e Tecnologia pela Sustentabilidade

As soluções FarmFresh reforçam o compromisso da Termotécnica em desenvolver soluções de embalagens inovadoras, ativas e sustentáveis. O EPS é um material 100% reciclável formado por 98% de ar, não utiliza CFC e HCFC e por isso não gera danos à camada de ozônio. Por ser inerte, não prolifera fungos e bactérias. O seu processo requer baixíssima utilização de recursos naturais como água e energia, não contamina e não gera riscos à saúde e ao meio ambiente.
No ano passado, às vésperas de iniciar o fornecimento de embalagens para a exportação de frutas –, um dos produtos de maior valor agregado do agronegócio brasileiro –, a Termotécnica também reforçou suas parcerias com as empresas do Global Packaging Alliance, formada por dezenas de fornecedores que garantem a reciclagem de embalagens de EPS em países como Portugal, Espanha, Alemanha, Holanda, França, Reino Unido e Estados Unidos.

No Brasil, desde 2007, a Termotécnica realiza o Programa Reciclar EPS, com logística reversa e reciclagem do material em todo o Brasil. Já são mais de 40 mil toneladas de EPS pós-consumo que ganharam um destino mais nobre – ou seja, 1/3 de todo o material consumido no país.

Além da parceria próxima com os produtores e agentes de toda a cadeia logística, a Termotécnica amplia também o trabalho com os varejistas para aderirem ao Reciclar EPS e disponibilizarem ao consumidor final pontos de recolhimento para reciclagem deste material.

Com as soluções pós-colheita a Termotécnica contribui com ODS 12 (Objetivo do Desenvolvimento Sustentável) que tem a meta de cortar pela metade o desperdício de alimentos per capita mundial, nos níveis de varejo e do consumidor, e reduzir as perdas de alimentos ao longo das cadeias de produção e abastecimento.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink