Testes descartam caso de Mal da Vaca Louca nos Estados Unidos

Agronegócio

Testes descartam caso de Mal da Vaca Louca nos Estados Unidos

Por:
3 acessos

Os testes complementares para confirmar se uma vaca americana estava com encefalopatia espongiforme bovina (EBB, ou Mal da Vaca Louca) foram negativos, anunciou nesta terça-feira (23-11) o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

"Os laboratórios dos serviços veterinários do departamento da Agricultura concluíram que os tecidos examinados desde 18 de novembro por suspeita de EBB não têm vestígios da doença", indicou John Clifford, subdiretor para a inspeção dos serviços de saúde do ministério, citado em um comunicado.

De acordo com o ministério, os testes aplicados neste animal começaram a ser feitos em outubro passado, quando os veterinários começaram a suspeitar do caso.

"As duas séries de testes complementares realizadas em laboratórios dos serviços veterinários nacionais em Ames (Iowa) são provas internacionalmente reconhecidas", destacou Clifford.

Este animal estava com suspeita de Mal da Vaca Louca desde as operações regulares de vigilância aplicadas nos EUA após a descoberta do primeiro caso de EEB, em 23 de dezembro de 2003. Com os resultados negativos desta terça-feira, este continua sendo o único caso no país até agora.

Quando este primeiro caso de Mal da Vaca Louca foi identificado nos EUA, em um animal de origem canadense que era criado em uma fazenda do Estado de Washington, cerca de 30 países fecharam suas fronteiras à carne americana, perturbando as exportações do setor no país.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink