Agronegócio

TO estuda produção de biocombustível com novos experimentos

Pesquisas com soja, gergelim e girassol iniciam este ano
Por:
1438 acessos
O governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Unitins Agro iniciarão, ainda este ano, o plantio de novos experimentos sustentáveis nas culturas de soja, gergelim e girassol. Na tarde desta quarta-feira, dia 18, os integrantes parceiros estiveram reunidos no gabinete da pasta para definir o plano de ações para os próximos anos. O recurso oriundo do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) é no valor de R$ 222 mil.


As unidades de experimentos serão implantadas, a partir de novembro, no projeto São João, município de Porto Nacional, no projeto de Assentamento Bom Jesus, em Santa Rosa, e no Centro Agroecológico de Palmas. A intenção é plantar oleaginosas  de forma sucessória, ou seja, após o plantio da soja, inserir o plantio do gergelim ou girassol.

De acordo com o pesquisador da Unitins Agro, Tadeu Teixeira, o projeto para produção de biocombustível visa atender os pequenos agricultores familiares com o programa nacional selo de garantia de biocombustível. “O que permite as empresas comprar 15% de matéria-prima para produção de biocombustível de agricultores familiares”, disse.


Teixeira ressaltou ainda que o projeto de pesquisa conta ainda com ações de capacitações e levantamento de dados como, gastos e custos, entrada e saída de matéria-prima e, assim, mensurar todos os aspectos que envolvem o plantio destas oleaginosas.

Dendê

Na reunião, o pesquisador da Embrapa, Gustavo Campos, fez uma apresentação da pesquisa em andamento do plantio do dendê, no campo experimental, assentamento São João. “A pesquisa que está em andamento mostra que o dendê possui potencial para ser explorado comercialmente para extração do biodiesel. É viável a cultura dessa palmácea no Tocantins, mas estamos ainda avaliando o dendezeiro, que é altamente produtivo, sendo 10 vezes mais do que a soja e o girassol. Possui uma produtividade de seis a oito mil quilos de óleo por hectare/ano”, observou.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink