Tocantins: queda no poder de compra do recriador e invernista em janeiro

Boi

Tocantins: queda no poder de compra do recriador e invernista em janeiro

Em janeiro a arroba do boi gordo no Tocantins caiu 1,1%
Por:
63 acessos

Em janeiro a arroba do boi gordo no Tocantins caiu 1,1%. Já as cotações de reposição seguiram o caminho oposto e registraram alta de 1,7% na média de todas as categorias de machos. Diante desse cenário, o poder de compra do recriador e invernista encolheu e o volume de negócios com reposição diminuiu.

A categoria que teve a maior queda mensal na relação de troca para o recriador e invernista foi o garrote (9,5@). Para exemplificar em números, em dezembro de 2018, com a venda de um boi gordo com 16,5@ comprava-se 1,53 garrote. Ao fim de janeiro, com essa mesma relação compra-se 1,47 garrote. Piora na relação de troca de 3,3%. Para o curto prazo, as cotações dos animais de reposição devem permanecer firmes, devido ao maior poder de barganha dos vendedores, respaldados pela maior qualidade e capacidade de suporte das pastagens. Mas vale lembrar que a virada de mês e uma possível valorização da arroba do boi gordo podem aumentar o poder de compra dos recriadores e invernistas e assim aumentar o ímpeto de compra. Nos últimos dias as especulações no mercado de reposição aumentaram, fato que reforça a tendência de maior fluxo de negócios no curto prazo.   


 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink