Tocantins cresce 455% em volume de exportações
CI
Agronegócio

Tocantins cresce 455% em volume de exportações

Estado exportou em 2012 cerca de US$ 644 milhões
Por:
O Tocantins exportou em 2012 cerca de US$ 644 milhões. Valor 455% maior que os US$ 116 milhões obtidos em 2004. É o que mostra o perfil das exportações do Tocantins, apresentado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti). O levantamento foi desenvolvido em consonância com o plano nacional de cultura exportadora (PNCE), desenvolvido pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
 
O estudo, realizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), através de sua unidade de inteligência comercial e competitiva, revela também que quase 96% da pauta de exportações do Estado é ocupado pela soja (75%) e pela carne (21%). “O Tocantins tem a pauta basicamente composta por produtos do setor primário”, explicou o representante a Apex, Luis Augusto Rocha, ressaltando ainda que os maiores importadores dos produtos tocantinenses são China, Espanha e Rússia.
 
Outro item que teve destaque na pesquisa foi o biocombustível. O Tocantins exportou US$ 21 milhões do produto em 2012, um crescimento considerado surpreendente pela Apex. “O biocombustível foi destacado no estudo porque percebemos que em 2007 o Tocantins não aparecia nesse quesito e sua evolução em 2012 causou surpresa aos técnicos”, observou o técnico.
 
O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Massuia, explicou que o Tocantins tem trabalhado para alavancar a balança comercial do estado. “O Estado tem trabalhado na captação de investimentos e na preparação de nossos empresários e com esses dados iremos identificar os novos produtos que poderemos inserir no mercado internacional”, falou ele.
 
Mercado internacional
 
Além dos números das exportações, o perfil também trouxe a análise do mercado dos países que cercam os principais importadores de produtos do Tocantins mostrando a sua taxa de crescimento, potencial de mercado e tarifa média de taxação. Para o técnico da Apex, com essas informações é possível orientar os empresários em relação  à escolha do melhor caminho para se investir. “O Tocantins teve um crescimento surpreendente em oito anos, se o estado souber aproveitar as oportunidades geradas pela abertura de novos mercados acredito que esse número vai melhorar ainda mais nos próximos anos”, frisou.
 
Convênio
 
Para fomentar negócios fora do País, o Governo do Tocantins e o Banco do Brasil assinaram um  termo de cooperação técnica para capacitar empresários. “Os cursos serão direcionados aos empresários que têm o interesse de exportar os seus produtos”, explicou o secretário Paulo Massuia.
 
Segundo o termo, o Banco do Brasil irá dispor de pessoal e metodologia para o oferecimento dos cursos. Já o Governo, deverá dispor de estrutura física. Os interessados já podem conferir os detalhes dos cursos pelo site www.sedecti.to.gov.br “Os cursos serão distribuídos em todas as regiões e respeitará a cadeia produtiva local. Dentre os assunto abordados estarão temas como: importação, logística e tarifas cambiais”, esclareceu a especialista em comércio exterior da Sedecti, Milena Fernandes.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.