Tocantins participa do 4º Simpósio Brasileiro do Abacaxizeiro em Bauru/SP

Agronegócio

Tocantins participa do 4º Simpósio Brasileiro do Abacaxizeiro em Bauru/SP

O Estado é o sétimo produtor nacional de abacaxi, com uma área plantada aproximada de quatro mil hectares
Por:
961 acessos
O Estado do Tocantins é o sétimo produtor nacional de abacaxi, com uma área plantada aproximada de quatro mil hectares, com plantações em todas as regiões, mas a maior concentração fica na região Central, nos municípios de Miracema, Miranorte e Rio dos Bois. Pela importância da cultura, necessidade de difundir novas tecnologias e realizar intercâmbio de experiências entre os diferentes elos envolvidos na cadeia de produção, a Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário participa, por meio da coordenação de Desenvolvimento Vegetal, do 4º Simpósio Brasileiro do Abacaxizeiro, que será realizado de 15 a 17, na cidade de Bauru (SP).


Com o tema Produtividade, Qualidade e Sustentabilidade, o simpósio pretende contribuir de maneira significativa através de temas variados, como o avanço dos sistemas de produção, transferência de tecnologias nos processos de comercialização, os mercados interno e externo, e pós-colheita além da exportação e informações sobre as políticas públicas para o setor. Além das discussões em mesas redondas e palestras, apresentações das demandas de cooperativas e associações, como a Cooperfruto – Cooperativa de Produtores de Abacaxi de Miracema do Tocantins, haverá apresentações de trabalhos científicos dos acadêmicos da UNESP – Universidade Estadual Paulista, campus Bauru.


De acordo com o coordenador de desenvolvimento vegetal da Seagro, José Américo Vasconcelos, o próximo simpósio deverá ser realizado no Tocantins. “A realização do Simpósio Brasileiro em nosso Estado tem como principal objetivo promover o abacaxi tocantinense. Com os incentivos, o abacaxi é o terceiro PIB do agronegócio tocantinense e o simpósio será um incentivo a mais para os produtores. Nosso objetivo é crescer ainda mais, levar o Estado para terceiro lugar na produção nacional”, e completou: “Estamos no caminho certo. O Tocantins é o primeiro estado brasileiro a desenvolver a produção integrada do abacaxi, que significa uma produção ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável”.


Interessados podem conferir a programação completa no site: www.fc.unesp.br/simpacaxi

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink