Trigo: Liquidez é baixa no físico
CI
Agronegócio

Trigo: Liquidez é baixa no físico

Por:

Os negócios envolvendo trigo estão em ritmo mais lento no mercado físico brasileiro porque, segundo informações do Cepea, compradores têm utilizado o produto adquirido em leilões. Mesmo com a boa procura nos leilões e com a intensificação das importações do cereal, os preços nacionais do trigo continuam firmes. Quanto à próxima safra de trigo, dados da Seab/Deral apontam que, em algumas regiões, a procura por sementes aumentou de forma significativa. No entanto, as principais cultivares utilizadas por produtores estariam em falta no mercado. Já para o Rio Grande do Sul, ainda não há dados oficiais para a próxima safra do cereal, mas colaboradores do Cepea dizem que a área também deve ser maior.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.