Trigo: USDA traz números diferentes da Conab

Agronegócio

Trigo: USDA traz números diferentes da Conab

T&F projeta comportamento do mercado
Por: -Leonardo Gottems
953 acessos

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou nesta segunda-feira (12.09) sua estimativa de oferta e demanda de trigo para a temporada 2016/17. Para o Brasil, o órgão estima produção de 6 milhões de toneladas, com estoques finais subindo para 1,51 milhão de toneladas.

Os números do USDA vieram com grandes diferenças em relação ao projetado pela Conab na última quinta-feira (08.09). Se por um lado a produção é semelhante, ficando em 6,2 milhões de toneladas, os estoques finais são bem menores: apenas 900 mil toneladas.

De acordo com o analista sênior da Consultoria Trigo & Farinhas, Luiz Carlos Pacheco, se o USDA estiver certo os preços cairão muito no Brasil, porque teremos estoques finais para o equivalente a, praticamente, dois meses de esmagamento no Brasil. Com isso, nem os moinhos nem as fábricas de ração precisarão elevar muito os preços para se abastecer. 

Por outro lado, segundo o especialista em mercado de trigo, “se a Conab estiver certa, teremos preços de equilibrados a um pouco mais altos do que a média no Brasil apresentada acima, porque sobrará apenas o estoque para um mês de moagem e isto poderá levar a disputas pelos lotes disponíveis”. 

A Consultoria Trigo & Farinhas projeta que os preços do trigo no Brasil para a safra 2016/17 deverão ficar na média atual, sem subir muito mais, porque deverá haver sobra para um mês e meio de moagem dos moinhos no Brasil. “Tudo vai depender, então, do que acontecer com o clima, as rações, a eventual aquisição do governo e se for exportado algum lote, diminuindo a disponibilidade interna”, conclui Pacheco.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink