Trigo deve ter benefício fiscal ampliado por 6 meses no RS

Agronegócio

Trigo deve ter benefício fiscal ampliado por 6 meses no RS

Expectativa é que governadora confirme redução de ICMS na segunda-feira
Por:
623 acessos

Deve ser prorrogada por seis meses a redução do ICMS do trigo, que vence na terça-feira. A confirmação depende apenas da governadora Yeda Crusius, que já estaria convencida da urgência da medida frente às dificuldades de mercado vivenciadas pelos triticultores gaúchos. O decreto reduz de 12% para 2% a alíquota incidente na venda do cereal produzido no Estado e vendido para São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Mesmo em plena entressafra, o mercado está parado, com preços distantes do custo de R$ 34,38, alerta o economista Tarcísio Minetto. A saca de 60 quilos é vendida a R$ 24,18.

Apesar de não terem conseguido a ampliação do benefício fiscal para vendas a outros estados, os produtores ficaram satisfeitos como a sinalização do segundo alongamento do ano, que deve ser confirmado na segunda-feira. 'Bom que fosse permanente, mas é um alento importante nesta hora difícil', avalia o coordenador da Comissão de Trigo da Farsul, Hamilton Jardim.

No campo, o casamento de chuva e frio intenso permitiram recuperar o atraso no plantio do cereal. Os produtores semearam 72% dos 864,52 mil hectares previstos para a safra 2009. Contudo, de acordo com o técnico da Emater Ataídes Jacobsen, somente a partir de agosto será possível revisar o rendimento previsto de 1.984 quilos por hectare.

No caso das pastagens, as chuvas irregulares não resolveram o problema, e o frio agravou a situação. Com oferta de animais para abate em baixa, o preço médio do quilo vivo voltou a subir, de R$ 2,50 para R$ 2,60, variação de 4%. De acordo com o diretor executivo do Sicadergs, Zilmar Moussalle, o boi que chega ao frigorífico está magro, com rendimento de carcaça de 48%, inferior aos habituais 53%. Com isso, a produção mensal de 100 mil toneladas já caiu 20%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink