Trigo segue andando devagar
CI
Imagem: Pixabay
MERCADO

Trigo segue andando devagar 

No Paraná, foi negociado lote pequeno a R$ 1.380
Por: -Leonardo Gottems

O mercado de trigo do Rio Grande do Sul segue andando bem devagar, aparentemente com os problemas imediatos resolvidos, de acordo com o que informou a TF Agroeoconômica. “Moinhos de Santa Catarina continuam beliscando lotes no estado. Soubemos de ofertas de até 4.000 toneladas no RS, a R$ 1.310,00 para entrega e pagamento em janeiro das quais foram efetivamente fechadas apenas 2.000 tons por falta  de espaço. Está lamentando não ter podido comprar o restante. Mas, a maioria dos vendedores já conseguiu o dinheiro necessário para liquidar as dívidas no banco, então prefere ficar fora de mercado”, comenta

Santa Catarina reportou compras de mil toneladas no RS a R$ 1.350,00 FOB com frete médio de R$ 40,00. “O mercado catarinense de trigo  está  andando  devagar,  como,aliás, os dos seus vizinhos. A maioria dos moinhos está abastecida até pelo menos o final de janeiro, os moinhos de cooperativas até mais. As compras são agora de fevereiro para frente”, completa.

No Paraná, foi negociado lote pequeno a R$ 1.380 CIF Curitiba nesta quarta-feira. “De resto o  mercado  se manteve aparentemente calmo, bem de lado,  com vendedores  pedindo  entre  R$  1.380,00  a  R$1.400,00  FOB  interior  e  os compradores querendo estes preços CIF moinhos. Ambos enrijeceram suas posições porque parecem não ter grande urgência em  fazer  negócios:  os  vendedores  porque  acreditam  que  os  preços  irão subir  e  os  compradores  porque  estão  abastecidos  e  não  querem  fazer pressão de compra sobre o mercado para não elevar os preços”, conclui a TF Agroeconômica nesta manha de quinta-feira.. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink