UE pode liberar frigoríficos de SP antes do fim do embargo

Agronegócio

UE pode liberar frigoríficos de SP antes do fim do embargo

O secretário de SP iniciou negociações com a UE para a liberação das exportações de carne antes do final do embargo
Por:
1 acessos

O secretário da Agricultura do Estado de São Paulo, João Sampaio, revelou nessa segunda-feira (04-06) que iniciou negociações com a União Européia para que o bloco econômico autorize a liberação das exportações de carne bovina de alguns frigoríficos paulistas antes do final do embargo imposto pelo bloco desde 2005, após casos de febre aftosa no Mato Grosso do Sul e no Paraná. De acordo com Sampaio, as negociações começaram na reunião da semana retrasada entre ele e a veterinária-chefe para o Brasil na Comissão Européia, Cristina Laso Sans, em Bruxelas.

O secretário explicou que a liberação pontual teria a chancela do Ministério da Agricultura, o qual garantiria que a carne exportada pelos frigoríficos autorizados não seria oriunda dos dois Estados que tiveram ocorrência da doença. Enquanto não há uma decisão sobre o tema, São Paulo espera para setembro a retomada do status de área livre de aftosa com vacinação após a missão da Organização Internacional de Saúde Animal (OIE), prevista para visitar o Mato Grosso do Sul em agosto.

Caso isso ocorra, o Estado pedirá À OIE, ainda em setembro, o fim total do embargo à carne bovina paulista. "Em seguida, queremos elaborar um cronograma ambicioso para em cinco anos tentarmos conseguir o status de área livre de febre aftosa sem vacinação e isso deve demandar um grande trabalho no reforço às barreiras sanitárias e na informatização dos nossos procedimentos", concluiu o secretário.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink