Umidade deprecia qualidade do café estocado no PR


Agronegócio

Umidade deprecia qualidade do café estocado no PR

Por: -Admin
2 acessos

A elevada umidade do ar, decorrente das sucessivas chuvas que vêm atingindo o Paraná, está prejudicando a qualidade de boa parte do café estocado em armazéns do estado. A informação foi dada por agentes locais, que estimam que no mês de janeiro, por exemplo, o Paraná chegou a registrar 300 mm de chuvas e uma umidade média do ar de 90%.

Desta maneira, os cafés que foram maquinados no início da safra estão depreciados em aspecto, uma vez que os grãos vêm perdendo cor, ficando esbranquiçados. Além disso, os operadores paranaenses temem que o produto perca também em bebida, fator que diminuirá ainda mais a qualidade e pressionará as cotações.

Por enquanto, essas informações não tiveram impacto nos preços paranaenses, nem tampouco nas demais regiões. O Indicador Cepea/Esalq do arábica tipo 6, bica corrida fechou a quarta-feira a R$ 191,95/saca, baixa de 0,67% frente ao dia anterior, sobretudo devido à queda das cotações futuras. De modo geral, os vendedores permaneceram retraídos e poucas cooperativas ofertaram o produto. Do lado comprador, somente duas exportadoras mostraram interesse em adquirir lotes. Assim, baixo volume de negócios foi fechado nas principais praças.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink