União de produtores no PR facilita compra de máquinas

Agronegócio

União de produtores no PR facilita compra de máquinas

A mecanização das lavouras de café segue a tendência da produção especializada
Por:
76 acessos

A mecanização das lavouras de café, de acordo com o agrônomo da Emater/RS, Romeu Gair, segue a tendência da produção especializada. ""Só em Londrina são 5 mil hectares de cafeeiros e não há mão-de-obra qualificada para essa demanda"", afirma. Para adquirir os equipamentos, Gair cita as linhas de crédito para a agricultura familiar disponibilizadas pelo Banco do Brasil, como o Pronaf e o Moderfrota. Outra opção é a compra por grupos organizados de produtores. ""A programação da safra permitiria o uso da máquina por vários produtores, sem prejuízos"", orienta.

O sistema comunitário ou cooperativista, diminuiria o impacto do investimento e baratearia o custo de produção relativo à colheita, que é de 30 a 40% do custo final da produção. Os pequenos produtores também teriam um """"ganho indireto"""" se os grandes produtores adquirissem as máquinas maiores. ""No caso da máquina colhedora de café adensado, que substitui 220 homens em apenas um dia de trabalho, a mão-de-obra estaria disponível para trabalhar em lavouras menores"", destaca Romeu Gair.


Atenção: Para comentar esse conteúdo �� necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink