Consultoria

Unidade de Referência recebe até maio inscrições para nova turma de consultores em agroquímicos

Serão aceitos no máximo 15 participantes
Por:
41 acessos

Programa da entidade do Instituto Agronômico de SP capacita profissionais para treinar trabalhadores rurais aplicadores de defensivos agrícolas; mau uso desses produtos resulta em perdas anuais da ordem de R$ 2 bilhões no Brasil

Primeira entidade do Brasil dedicada a formar mão de obra especializada na aplicação de defensivos agrícolas, a Unidade de Referência recebe até o dia 7 de maio inscrições para seu treinamento com base na Norma Regulamentadora 31.8 (NR 31.8). O curso ocorrerá em dois módulos, nos períodos de 14 a 18 de maio e 4 a 8 de junho, e tem como objetivo capacitar profissionais de empresas do agronegócio para treinar trabalhadores rurais na função de aplicador de defensivos agrícolas (agroquímicos).

A grade do treinamento NR 31.8 contempla tecnologias empregadas no controle de pragas, doenças e plantas daninhas, bem como medidas de proteção à saúde do trabalhador rural.

Uma entidade sem fins lucrativos, a Unidade de Referência em Tecnologia e Segurança na Aplicação de Defensivos Agrícolas (UR) nasceu da associação entre o Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA/IAC), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e o setor privado. A UR está instalada nas dependências do CEA/IAC, na cidade paulista de Jundiaí, onde o curso NR 31.8 será realizado.

“A missão da UR é levar preceitos básicos da utilização de agroquímicos ao trabalhador rural. Como é praticamente impossível nos dias de hoje chegar diretamente a esse grande número de pessoas, a UR opera como um canal de disseminação de boas práticas agrícolas, com visão de longo prazo. Buscamos sensibilizar empresas da agroindústria sobre a importância socioeconômica de promover aplicações seguras de agroquímicos”, assinala Ramos.

Dados do IAC apontam que entre 25 milhões e 30 milhões de pessoas trabalham no agronegócio. Desse montante, em torno de 4,5 milhões são analfabetos, 12 milhões atuam como temporários e 85% exercem funções em pequenas propriedades. De acordo com o pesquisador científico Hamilton Ramos, coordenador da Unidade de Referência, o mau uso de agrotóxicos gera perdas anuais da ordem de R$ 2 bilhões.

Profissionais e empresas interessados no treinamento NR 31.8 devem se inscrever pelo site www.unidadedereferencia.com.br. Serão aceitos no máximo 15 participantes.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink