Unidades da Embrapa têm novos chefes
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
COMANDO

Unidades da Embrapa têm novos chefes

Trocas ocorreram nas unidades Gado de Corte, Pecuária Sul e Cerrados
Por: -Eliza Maliszewski

Três importantes unidades da Embrapa tiveram troca de comando. Na Embrapa Gado de Corte (Campo Grande, MS) assume Antonio do Nascimento Ferreira Rosa, servidor de carreira desde 1975. Engenheiro-agrônomo, o mineiro de Patos de Minas (MG), é formado pela Universidade Federal de Viçosa (MG), com mestrado em Zootecnia e doutorado em Genética. Na Embrapa, desde 1975, Rosa integrou a equipe que consolidou o Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte (Embrapa Gado de Corte), fundado 1977, e coordenou o primeiro projeto de pesquisa em genética animal do Centro, liderando a parceria com o Escritório Técnico Regional da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).

A Embrapa Gado de Corte é referência em pesquisas como melhoramento genético animal e desenvolvimento de cultivares de pastagens, sendo que 90% das forrageiras do país foram criadas na unidade.  Trabalha gerando soluções tecnológicas para questões de manejo, reprodução e nutrição animal, para orientação de sistemas de cruzamentos e programas de seleção e melhoramento animal, para controle de parasitas e vetores, para testes de diagnóstico e vacina.

Outra troca de comando foi na Embrapa Cerrados (Brasília, DF). Assume o cargo de chefe-geral o pesquisador Sebastião Pedro da Silva Neto. É graduado em Agronomia e mestre em Genética e Melhoramento de Plantas. PhD em Biotecnologia Agrícola e também possui MBA em Gestão Empresarial. Ingressou como pesquisador na Embrapa Cerrados em 2008 e, desde 2010, coordena o programa de melhoramento genético de soja da Embrapa para o Cerrado.

A Embrapa Cerrados trabalha em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias para potencializar a agricultura na região do bioma. Desenvolve trabalhos voltados para manejo e conservação dos recursos naturais como solo, melhoramento da produção animal como ILPF e nutrição, e sistemas de produção vegetal que envolvem melhoramento e proteção de plantas, biotecnologia e sistemas como solo e irrigação.

Na Embrapa Pecuária-Sul (Bagé, RS) assume o pesquisador Fernando Cardoso. Na Embrapa desde 2003, possui graduação em Medicina Veterinária, mestrado em Zootecnia, doutorado em Animal Science e pós-doutorado em Bioinformática com enfase em Estatística Genômica. Também é docente dos Programas de Pós-graduação em Zootecnia da Universidade Federal de Pelotas e Computação Aplicada da Universidade Federal do Pampa.

O foco da unidade é direcionado para os sistemas de integração Lavoura, Pecuária, Floresta (iLPF), com foco em produção sustentável, bem-estar animal e eficiência produtiva gerando baixo impacto ambiental e promovendo a renda. Tem trabalhos focados em bovinos e ovinos.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink