USDA aumenta produção de soja e diminui a de milho do Brasil
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,100 (1,33%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)


RELATÓRIO

USDA aumenta produção de soja e diminui a de milho do Brasil

Órgão derruba produção argentina de soja e milho
Por: -Leonardo Gottems
1422 acessos

Em seu novo relatório de oferta e demanda, divulgado nesta quinta-feira (08.03), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) revisou para cima a produção brasileira de soja. De acordo com o órgão governamental norte-americano, vamos produzir 113,00 milhões de toneladas da oleaginosa na safra 2017/2018, contra 112,00 milhões de toneladas previstas anteriormente. A estimativa média do mercado está em 113,82 milhões de toneladas.

Já para o milho o USDA realizou um ajuste para baixo em sua previsão. Segundo o Departamento de Agricultura dos EUA, o Brasil vai produzir 94,50 milhões de toneladas. No relatório do mês passado, o órgão oficial previa uma produção brasileira de milho de 95,00 milhões de toneladas. A estimativa média do mercado está em 92,22 milhões de toneladas.

ARGENTINA

Para o país vizinho, o USDA prevê que produção de soja de 2018 fique em 47,00 milhões de toneladas. Houve uma forte diminuição na comparação com a estimativa anterior, que era 54,00 milhões de toneladas, e ficou abaixo até mesmo da média prevista pelo mercado, de 48,36 milhões de toneladas.

A colheita de milho da Argentina é estimada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos em 36,00 milhões de toneladas. A projeção representa uma diminuição de 3,00 milhões de toneladas na comparação com a projeção anterior do USDA, que estava em 39,0 milhões de toneladas. A estimativa média do mercado está em 36,58 milhões de toneladas. Os dados confirmam a tendência que vinha sendo observada de forte prejuízo provocado pela estiagem prolongada.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink