Usina São Luiz investe em fábrica de levedura
CI
Agronegócio

Usina São Luiz investe em fábrica de levedura

Por:

A usina São Luiz, de Ourinhos (SP), vai investir R$ 1 milhão na construção de uma fábrica de levedura - matéria-prima utilizada pelas indústrias de ração animal. "A unidade industrial entrará em operação no mês de maio de 2003, início da safra de cana-de-açúcar", afirma Fernando Luiz Quagliato, presidente da usina.

A produção da levedura é feita a partir do resíduo do álcool, a vinhaça, que é descartada durante o processo de produção.

"Muitas usinas utilizam a vinhaça para adubar os canaviais", afirma Quagliato. A usina, porém, vai retirar o resíduo líquido, que passará por outro processo de industrialização e será negociado para as indústrias de ração.

"A levedura é usada na composição da ração e é muito valorizada, sobretudo na composição de alimentos para camarão e peixes", afirma o executivo.

Exportação

Com a fábrica em operação, a usina vai ter capacidade de produzir 15 mil quilos de levedura por dia. "Do total produzido por mês, metade será exportado", diz Quagliato. O Japão, segundo o presidente da usina paulista, é o principal mercado comprador.

O local da fábrica já foi escolhido e ficará nas próprias dependências da usina, no município de Ourinhos, segundo informa João Carlos Rollim Vessoni, diretor industrial da usina São Luiz.

Nesta safra, a 2002/03, a usina moeu cerca de 2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, em uma área de 25 mil hectares - das quais 32% são mecanizadas. A empresa paulista deverá manter o mesmo volume para o próximo ano, diz Fernando Quagliato.

Certificação

Ontem, a usina recebeu a certificação APPCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle), que é um dos maiores reconhecimentos em sistema de gestão de segurança alimentar, concedido pela empresa Bureau Veritas Quality International (BVQI).

Segundo informa Cid Vieira, gerente da BVQI, a usina São Luiz foi a primeira no mundo a receber esse tipo de certificado.

No mundo, 100 empresas têm esse reconhecimento. No Brasil, apenas três: Resibrás, Agrícola Fraiburgo, além da usina.

Mônica Scaramuzzo


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.