Uso de drones revoluciona o combate a incêndios

TECNOLOGIA

Uso de drones revoluciona o combate a incêndios

Utilizados em queimadas por todo o mundo, veículos aéreos não tripuláveis trazem mais segurança e inteligência
Por:
90 acessos

Os drones são ferramentas de apoio que podem ser cruciais em incêndios florestais de grande escala, que tendem a ficar fora de controle rapidamente e que colocam em risco os profissionais das esquipes de resgate e de combate ao fogo.

Há pouco tempo de reação entre o começo do fogo e o momento em que se torna incontrolável. Os drones conseguem oferecer aos bombeiros uma visão panorâmica do terreno e, além disso, os ajudam a determinar para onde o fogo deve se mover em seguida. Isso permite que os profissionais que atuam em seu combate possam tomar decisões rápidas e assertivas sobre o deslocamento da equipe de brigadistas e, se necessário, da evacuação de comunidades que possam ser impactadas.

Além disso, os drones voam em altitudes mais baixas que os helicópteros e navegam em espaços apertados ou perigosos, fornecendo uma imagem mais sutil da situação. Com recursos de imagem térmica, eles podem localizar pontos quentes em uma cena de incêndio em segundos e ver pessoas presas mesmo em áreas de fumaça espessa. Os veículos aéreos não tripulados, podem ser utilizados pelas equipes de Corpo de Bombeiros desde o planejamento de ação para conter as queimadas até para o mapeamento do dano após o incidente.

1. Velocidade de resposta e tomada de decisão

Um drone ajuda a decidir em minutos o tipo e a quantidade de recursos que devem ser enviados para a ocorrência. Alguns drones também são equipados com sensores térmicos, que usam radiação infravermelha para ajudar os socorristas a localizar pontos de calor de seres humanos e focos de incêndio que mostram para onde é mais provável que o fogo se espalhe. Mesmo antes dos bombeiros chegarem no local, os comandantes são capazes de tomar decisões apenas a partir dessas imagens, transmitidas ao vivo para seus computadores.

Em 4 de agosto de 2018, um incêndio atingiu a cidade alemã de Hechingen. Os bombeiros tiveram que lutar contra os ventos que estavam se espalhando para áreas arborizadas e povoadas. Os riachos secaram enquanto o primeiro caminhão de bombeiros que chegava carregava apenas 2.000 litros de água.

A Brigada de Incêndio de Hechingen colocou o drone DJI Matrice 210 em uso, reforçado com uma câmera térmica Zenmuse XT e uma câmera de imagem visual de alta definição X4S. O equipamento forneceu informações ao comandante da operação que ajudou os brigadistas direcionar os recursos disponíveis da forma mais adequada. Com isso, a equipe conseguiu extinguir o incêndio utilizando apenas 5.000 litros de água misturada com espuma de ar comprimido. Os drones não apenas os ajudaram a economizar água, como também aceleraram o tempo de reação e auxiliaram a definir a mão de obra, unidades e suprimentos exatos para a operação.

2. Segurança dos profissionais envolvidas

Os drones ajudam a monitorar a equipe para garantir que sejam enviados na direção certa e em segurança, e para ajudá-los a determinar se há necessidade de enviar forças de reserva.

Em 13 de agosto de 2017, os bombeiros de Yosemite enfrentaram um incêndio de 9 dias em Southfork, Califórnia. O cenário era perigoso para aviões tripulados, pois os desfiladeiros apertados eram perigosos, com o agravo da coluna de fumaça que se formava. Ao mesmo tempo, uma tempestade inesperada espalhou o fogo, obscurecendo a linha de contenção primária dos bombeiros e ameaçando se espalhar para aldeias próximas.

A equipe de bombeiros de Yosemite usou um drone DJI com a câmera térmica Zenmuse XT durante a manhã para mapear linhas de incêndio e informações de transmissão ao vivo para os controladores para a tomada de decisões operacionais e conhecimento da situação. Os drones mantêm os bombeiros em segurança enquanto atravessam as áreas com fogo e em outros locais perigosos para salvar a vida de outras pessoas.

3. Mapeamento rápido e recuperação pós-incidente

Os drones carregam duas câmeras diferentes: uma câmera visual e uma câmera térmica. A câmera visual oferece uma visão em tempo real de diferentes situações, capaz de identificar facilmente a equipe de bombeiros ou equipamento próximo. As câmeras térmicas procuram a assinatura de calor humano ou de incêndio.

Os drones também desempenham um papel importante após o fogo ter sido apagado. Durante o Carr Fire, grande incêndio que queimou uma área de mais de 926 km2 nos condados de Shasta e Trinity, na Califórnia, Estados Unidos, no ano de 2018, equipes pilotaram drones voando baixo para capturar imagens de 360 graus da destruição. Para os residentes forçados a sair de suas casas, isso forneceu informações valiosas sobre danos à propriedade para avaliar reivindicações de seguro, permitindo que as vítimas tomassem medidas para reconstruir suas vidas de uma forma mais ágil.

O Condado de Butte lançou um conjunto de mapas de alta resolução, incluindo imagens de drones costurados, panoramas interativos em 360 graus e mapas com a comparação entre antes e depois, mostrando o impacto do Camp Fire com informações detalhadas de GIS (Sistema de informação geográfica).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink