Vacinação contra Brucelose Bovina termina este mês

Agronegócio

Vacinação contra Brucelose Bovina termina este mês

Cerca de 225 propriedades rurais de Barra Mansa (RJ) serão visitadas
Por:
1435 acessos
Barra Mansa (RJ) - A primeira etapa da Campanha de Vacinação Contra Brucelose Bovina termina no fim deste mês. Até lá, as cerca de 225 propriedades rurais da cidade serão visitadas por técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Rural que vão vacinar as fêmeas com idades entre 3 e 8 meses. A meta é vacinar 1,2 mil animais no município. Segundo o coordenador de Desenvolvimento Rural, Luís Antônio Ferreira Lima, a campanha de vacinação é promovida todo ano em duas etapas, nos meses de março e setembro.


"Esta campanha é realizada pela Prefeitura em parceria com a Emater-Rio, o Núcleo de Defesa Agropecuária da Seappa (Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento) e as Cooperativas Agropecuárias de Barra Mansa e do distrito de Nossa Senhora do Amparo. Nas duas etapas conseguimos vacinar uma média de 2,5 mil animais. Nestes dez anos de campanha, já vacinamos mais de 20 mil fêmeas", comenta ele.

Ainda, de acordo com o coordenador, a secretaria estima que no município tenha cerca de 3 mil fêmeas em idade de receber a vacina. "Barra Mansa possui um rebanho de 32 mil animais, dos quais cerca de 8 mil são fêmeas. Deste número, 70% gera cerca de 6 mil novos animais por ano, sendo 50% machos e 50% fêmeas. Muitos proprietários procuram vacinar seu rebanho, mas realizamos a campanha para evitar que a doença se propague tanto entre os animais, quanto no homem", acrescenta ele.


O secretário de Desenvolvimento Rural, Cláudio Meirelles, explica os procedimentos que o produtor rural deve tomar, no caso de suspeita da doença nos animais. "O produtor deve procurar observar sempre seu rebanho e, caso perceba alguma alteração deve procurar o médico veterinário e comunicar à gerência de Defesa Agropecuária da prefeitura ou ao Núcleo de Defesa Agropecuária do município. Os produtores que não estiverem cadastrados e quiserem receber a visita dos técnicos, ou aqueles que ainda não vacinaram seus animais, devem entrar em contato com a Secretaria, que funciona no Parque da Cidade, de segunda a sexta-feira, de 7 às 17 horas, ou pelo telefone (24) 3324-0920", explica Cláudio.

Brucelose

A brucelose é uma doença infectocontagiosa, caracterizada como zoonose, que é causada por bactérias do gênero Brucella e ataca principalmente animais de casco fendido, como bovinos, suínos, bubalinos, caprinos e ovinos. Entre os sintomas mais comuns, no macho, estão artrites, orquites (inflamações dos testículos que acabam provocando sub-fertilidade e até esterilidade). No caso das fêmeas, ocorrem artrites, mamites, metrites (inflamação do útero), corrimento vaginal, retenção de placenta, aborto, complicações pós-parto e sub-fertilidade. Entre os animais, a transmissão da doença se dá pela ingestão de pastos contaminados pelo corrimento vaginal, restos de placenta, fetos abortados e sêmen de touros infectados. No homem, a contaminação se dá através de ingestão de carne, leite cru ou mal fervido e outros produtos fabricados com leite não pasteurizado. A doença causa no ser humano febre, dor de cabeça, nevralgias, dores articulares e suores, além de infertilidade. Alguns sintomas podem ser confundidos com outras doenças, sendo o tratamento difícil, caro e nem sempre com bons resultados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink