Vacinação da aftosa ainda acontece no Pantanal
CI
Agronegócio

Vacinação da aftosa ainda acontece no Pantanal

A campanha é coordenada pelo Indea
Por:
A campanha de vacinação de combate a febre aftosa em todas as regiões do Estado de Mato Grosso terminou no último 31 de novembro, sendo que nas propriedades localizadas no Pantanal Mato-grossense este prazo se estende até a próxima quinta-feira (15 de dezembro) em função das dificuldades de logística dos pecuaristas daquela região. É obrigatória a vacinação em bovinos e bubalinos de todas as idades, sendo que o prazo de comunicação às Unidades do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) foi até o dia 10 de dezembro e, na região do Pantanal, até o dia 18.


De acordo com a coordenadora de Doenças de Animais do Indea, Daniella Soares Bueno, quem vacinou e não comunicar em uma das ULEs receberá uma pena administrativa, ficando impedido de emitir qualquer documento sanitário em um período que varia de 30 dias até o dobro da data em que foi atrasada a comunicação. Ou seja, quem comunicar o Indea, por exemplo, 15 dias após o prazo estipulado só vai poder emitir documentos fiscais 30 dias depois. A coordenadora avisa ainda que depois do dia 10 de dezembro os fiscais do Indea estão indo em todas as propriedades que não realizaram a vacinação, dando um prazo de 72 horas para que essa vacinação seja realizada, agora assistida por um dos fiscais. Além disso será estabelecida uma multa de 2,5 Unidade Padrão Fiscal (UPF) por cabeça.

O lançamento da etapa de novembro de 2011 da campanha de vacinação de combate à febre aftosa aconteceu no município de Nova Canaã do Norte (710 Km ao Norte de Cuiabá). O evento foi realizado na fazenda Telles Pires, localizada a 6 km da sede do município, na zona rural, na Comunidade Bela Vista. Na ocasião o presidente do Indea, Valney Souza Correa, ressaltou o trabalho de excelência realizado pelos servidores do Indea para que a campanha chegasse aos resultados positivos dos últimos 15 anos. “O nosso objetivo é garantir a sanidade do rebanho no Estado, por isso fazemos questão de acompanhar todo o processo de perto e imunizar 100% desses animais em todas as regiões, trabalho que conta com a participação de uma gama muito grande de pessoas”.


Mato Grosso é reconhecido como livre de febre aftosa, com vacinação, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O rebanho total do Estado é de 28.695.273, o maior do país. A expectativa é que logo após o término desta campanha de vacinação o rebanho bovino do Estado ultrapasse 30 milhões. De acordo com os números da etapa de maio de 2011 da campanha, realizada entre os dias 1º a 31 de maio em todos os municípios mato-grossenses, 99,60% dos bovinos e bubalinos com idade entre zero e 24 meses foram vacinados. Durante esta etapa o total de animais vacinados foi de 12.409.006.

A campanha é coordenada pelo Indea, instituição vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf-MT) e a Superintendência Federal de Agricultura no Estado de Mato Grosso (SFA/MT) do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento e pelo Fundo Emergencial de Saúde Animal (Fesa).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.